Crystal Fighters levam Parque da Canção ao rubro

Out 17, 2014

PartilheShare on FacebookTweet about this on TwitterShare on Google+Email this to someone

Latada 16out2014
A atuação dos Crystal Fighters incendiou a noite
Fotografia: © UC | Mariana Ribeiro

O público não ficou em casa na segunda noite da Festa das Latas e Imposição de Insígnias 2014. Foram milhares as pessoas que encheram a tenda principal para ver a grande atração da noite: a banda Crystal Fighters. Mas não só.

A noite abriu em grande com os The Walks a fazer as honras da casa. Apesar de serem uma banda relativamente recente, o grupo oriundo de Coimbra conta já com uma participação no festival de verão Nos Alive. Em conferência de imprensa, os The Walks afirmaram que tocar na Festa das Latas da cidade do conhecimento foi diferente: “Foi uma experiência positiva e uma honra tocar na nossa cidade”. Quanto ao facto de tocarem no palco principal da Latada, sentiram que era grande “a pressão e a responsabilidade”. No entanto, o grupo de rock português acredita que foi uma oportunidade muito boa “de trazer visibilidade à banda e atrair público jovem”. Os músicos, que também já foram estudantes, referiram que “também já estiveram desse lado, a assistir”, e o desejo era que “o pessoal se divirta”.

Mas o momento mais esperado da noite ainda estava para vir, com altas expectativas por parte dos muitos estudantes e não estudantes que aguardavam junto ao palco principal. Os Crystal Fighters entraram em palco com uma tenda principal completamente cheia.

Tiago Rodrigues: o concerto foi “simplesmente apaixonante”

“Acabei a licenciatura, estou a viver no Porto e vim de propósito”, afirma Diogo Patrício, licenciado em Comunicação e Marketing. “O estilo de música que eles tocam só mesmo eles o sabem tocar. Fico sempre bem-disposto a ouvi-los”, acrescentou o fã de Crystal Figthers. Também Pedro Rodrigues, estudante da Universidade de Trás-os-Montes e Alto Douro veio “só para ver os Crystal Fighters”. “Fiquei fã deles no Festival Paredes de Coura e gosto bastante”.

A banda foi uma das principais apostas da organização e cumpriu o papel esperado. Um concerto que, de acordo com Tiago Rodrigues, licenciado de Turismo, Lazer e Património da Faculdade de Letras da Universidade de Coimbra, foi “simplesmente apaixonante”. A grande atração da noite levou o público ao rubro, com gritos, cantos e danças ao som da música.

Os concertos no palco principal encerraram com as atuações da Fan-Farra Académica, do Coral Quecofónico do Cifrão e da Estudantina Feminina de Coimbra.

Para além do palco principal, o recinto da Festa das Latas esteve cheio durante grande parte da noite. Na tenda MOCHE, Henri Josh & Katorz Prez K.R.A.S.H. puseram caloiros e doutores em cima dos balcões das barracas dos Núcleos de Estudantes, como se fossem verdadeiras pistas de dança.

 

(Reportagem realizada por Ana Zayara e Mariana Ribeiro, voluntárias PIMC)

Redes Sociais

Os comentários estão fechados

« »