No próximo dia 28 de janeiro, pelas 15 horas, o Museu da Ciência da Universidade de Coimbra (UC) recebe o documentário “A história de um erro“, da Associação Viver a Ciência, que se debruça sobre as ramificações científicas, individuais, familiares e sociais da Paramiloidose, uma doença genética rara, cujo maior foco de incidência é em Portugal.

O documentário, realizado por Joana Barros, foi distinguido com o 1.º prémio no concurso internacional “Ciencia en Acción”, na categoria “Trabalhos de divulgação científica – meios de comunicação”,  e servirá de mote para uma conversa informal sobre esta doença neurodegenerativa com especialistas no seu diagnóstico e tratamento.

Emanuel Furtado e José Ferrão, da Unidade de Transplantação Hepática Pediátrica e de Adultos do Centro Hospitalar e Universitário de Coimbra (CHUC), Jorge M. Saraiva, do Serviço de Genética Médica do Hospital Pediátrico do CHUC e da Faculdade de Medicina da UC, e um representante da Associação Portuguesa de Paramiloidose são os convidados para o debate, que será moderado por Manuela Grazina, investigadora do Centro de Neurociências e Biologia Celular da UC, contando ainda com o testemunho de quem lida com a doença e com a presença da realizadora do documentário, Joana Barros, da Associação Viver a Ciência.

Entrada livre.

Redes Sociais

Os comentários estão fechados

« »