Os contributos da Engenharia e da Medicina para um novo olhar sobre a sinistralidade rodoviária

Nov 5, 2014

PartilheShare on FacebookTweet about this on TwitterShare on Google+Email this to someone

dep_eng_cv
O Encontro decorre no Auditório Laginha Serafim do Departamento de Engenharia Civil da UC
Fotografia: © UC | João Armando Ribeiro

230 especialistas de áreas distintas (engenharia, gestão, justiça, medicina e forças de segurança, entre outras) reúnem-se, em Coimbra, na próxima quinta-feira, dia 6 de novembro, para discutirem os “Contributos da Engenharia e da Medicina para um novo olhar sobre a Sinistralidade Rodoviária” nas Primeiras Jornadas em Sinalização, Segurança Rodoviária e Dano Corporal.

Organizada pela Associação Portuguesa de Sinalização e Segurança Rodoviária, em parceria com a Associação Portuguesa de Avaliação do Dano Corporal e as Faculdades de Medicina e de Ciências e Tecnologia da Universidade de Coimbra, a iniciativa tem início, pelas 9h15m, no Auditório Laginha Serafim do Departamento de Engenharia Civil da Universidade de Coimbra (UC).

O grande objetivo é «discutir, identificar e desenvolver estratégias para enfrentar os desafios da sinistralidade», afirmam os promotores.

Em paralelo, vai decorrer uma Mostra Técnica de Tecnologias existentes (e em desenvolvimento) e dos Serviços, Produtos e Projetos Portugueses na área da Sinalização e da Segurança Rodoviária, como por exemplo, um simulador de acidentes para que os participantes e a população académica possam experimentar a sensação real de um acidente, numa colisão a 7km/hora.

Consulte aqui o programa.

Redes Sociais

Os comentários estão fechados

« »