Docente da UC lidera Rede Ibero-americana de Instituições de Medicina Legal e Ciências Forenses

Nov 27, 2014

PartilheShare on FacebookTweet about this on TwitterShare on Google+Email this to someone

Duarte Nuno Vieira
A eleição surgiu no 7º Encontro Anual da Rede Ibero-americana, realizado em Manágua, na Nicarágua
Fotografia: © DR

Duarte Nuno Vieira, Catedrático da Faculdade de Medicina da Universidade de Coimbra (FMUC), acaba de ser eleito Presidente da Rede Ibero-americana de Instituições de Medicina Legal e Ciências Forenses (RIAIMLCF), no decurso do 7º Encontro Anual desta Rede, realizado em Manágua, na Nicarágua.

Fundada em 2007, a RIAIMLCF reúne 22 países de língua oficial portuguesa e espanhola do espaço ibero-americano e integra instituições e organismos, públicos e privados, que desenvolvem atividade pericial, académica e de investigação científica no âmbito da Medicina Legal e das Ciências Forenses.

São membros desta rede os principais Institutos Nacionais de Medicina Legal e Ciências Forenses de praticamente todos países da Ibero-América. Duarte Nuno Vieira, ex-Presidente do Instituto Nacional de Medicina Legal e Ciências Forenses de Portugal, foi eleito por unanimidade, numa votação que envolveu 18 dos países membros, e na qual participaram os diretores nacionais de Institutos de Medicina Legal e Ciências Forenses de 15 países.

Apoiada pelo Comité Internacional da Cruz Vermelha, a RIAIMLCF é uma comunidade técnica, científica e académica que visa promover a cooperação, concertação e apoio entre as instituições médico-legais e forenses dos países do espaço geográfico que envolve.  Tem desenvolvido um trabalho assinalável no âmbito da harmonização de procedimentos periciais, estabelecimento de protocolos operacionais padrão, formação de peritos, controlo de qualidade, etc., sendo hoje uma entidade reconhecida pelos mais relevantes organismos, como por exemplo as Nações Unidas ou o Tribunal Penal Internacional, a quem presta apoio pericial e consultivo, assegurando também uma resposta pericial imediata e de qualidade em situações de catástrofe e de desastres de massa.

Redes Sociais

Os comentários estão fechados

« »