Diretor da FMUC distinguido na Sérvia

Out 8, 2018

PartilheShare on FacebookTweet about this on TwitterShare on Google+Email this to someone

Duarte Nuno Vieira e Djordje Alempijevic
Duarte Nuno Vieira e Djordje Alempijevic
Fotografia: © DR

O diretor da Faculdade de Medicina da Universidade de Coimbra (FMUC), Duarte Nuno Vieira, foi distinguido no passado fim de semana com o título de Professor Visitante da Faculdade de Medicina da Universidade de Belgrado (Sérvia).

A atribuição da distinção teve lugar no Salão de Atos da faculdade sérvia, depois de o professor catedrático da FMUC ter proferido uma conferência sobre o papel das autópsias no ensino e formação de profissionais de saúde. Na visita à capital da Sérvia, Duarte Nuno Vieira proferiu uma outra conferência no Instituto de Medicina Legal de Belgrado, sobre o futuro desta disciplina e das ciências forenses (à qual assistiram profissionais destas atividades de toda a Sérvia, assim como das vizinhas Macedónia, Eslovénia e Croácia).

A convite do Centro de Direitos Humanos de Belgrado, o diretor da FMUC também participou, com Djordje Alempijevic, membro do Comité Europeu para a Prevenção da Tortura, na apresentação de um relatório sobre migração e violência. O assunto é de especial relevo na Sérvia, porque o país tem vivenciado situações bastante complexas relacionadas com a crise migratória dos últimos anos – é um das principias rotas de acesso à Europa Central e têm ocorrido frequentes denúncias de violência perpetrada sobre os refugiados e migrantes.

Duarte Nuno Vieira tem mantido uma colaboração regular com os países dos Balcãs, participando em diversas missões periciais na região após os conflitos bélicos da década de 1990 e envolvendo-se, mais recentemente, em ações de formação e de reestruturação de serviços médico-legais e prisionais, assim como em missões de avaliação de serviços prisionais, no contexto de atividades de organismos como a Organização das Nações Unidas, a Comissão Europeia e o Conselho Europeu de Medicina Legal.

 

FMUC

Redes Sociais

Os comentários estão fechados

« »