Programa Explorer com inscrições alargadas

Dez 17, 2018

PartilheShare on FacebookTweet about this on TwitterShare on Google+Email this to someone

Base Post Instagram 1080x1080
Fotografia: © DR

O prazo de inscrições no programa Explorer ‘Jovens Empreendedores’ – iniciativa promovida pelo Banco Santander, a que a Universidade de Coimbra volta a associar-se este ano – foi alargado até à próxima quarta-feira, de 19 de dezembro. O programa – ao qual podem candidatar-se jovens dos 18 aos 31 anos, através da plataforma digital Santander X – distribui prémios de mais de 60 mil euros, assim como uma viagem a Silicon Valley (EUA).

Os 25 selecionados para esta iniciativa – jovens dos 18 aos 31 anos, que apresentem um projeto inovador – vão ter acesso ao Explorer Space da Universidade de Coimbra, um centro de aceleração de ideias de negócio, onde poderão desenvolver o seu plano, em contacto permanente com outros empreendedores e recebendo apoio personalizado. Nesta edição, a 10.ª do programa Explorer, está previsto um reforço dos conteúdos digitais, fortalecendo a formação com as metodologias mais avançadas e reforçando a ligação entre os jovens dos restantes Explorer Spaces integrados na iniciativa.

Após cinco meses de desenvolvimento da ideia de negócio, será encontrado o melhor projeto do Explorer Space Universidade de Coimbra. O prémio, comum aos vencedores dos outros Explorer Spaces, será a possibilidade de viajar até Silicon Valley (região de referência mundial em inovação e empreendedorismo) para visitar empresas tecnológicas, obter assessoria em internacionalização e contactar com investidores. Adicionalmente, os três melhores projetos receberão prémios de 10, 20 e 30 mil euros.

Graças à colaboração com a Fundação EY, o programa Explorer conta também com o Woman Explorer Award (que financia o melhor projeto liderado por uma empreendedora, com o valor de 20.000 euros) e com o prémio de inovação Disruptive Technology Explorer Award, de 3 000 euros, patrocinado pela INDRA.

O programa Explorer é uma iniciativa em rede que, graças ao trabalho coordenado do Santander Universidades e do CISE, conta com o apoio de universidades de toda a península ibérica e com a colaboração e participação ativa de mais de 150 instituições públicas e privadas como Fundação EY, Indra, Secot e Netberry.

Rui Marques Simões

Redes Sociais

Os comentários estão fechados

« »