Equipa de investigação da Faculdade de Medicina da UC distinguida em Viena de Áustria

Dez 17, 2014

PartilheShare on FacebookTweet about this on TwitterShare on Google+Email this to someone

Olavo Viegas_segundo_à esquerda
O estudo avaliou a adesão à dentina radicular de dois novos materiais à base de silicato de cálcio
Fotografia: © DR

Uma equipa de investigação da Faculdade de Medicina da Universidade de Coimbra (FMUC) venceu o prémio de “Melhor Comunicação Oral”, na categoria de Young Scientist Presentations, no Congresso “Penn Endo Global Symposium 2014 & Austrian Society of Endodontology Annual Meeting”, que decorreu em Viena de Áustria.

O estudo avaliou a adesão à dentina radicular de dois novos materiais à base de silicato de cálcio (Biodentine™ e MicroMega MTA™) em comparação com a do cimento padrão (ProRoot® MTA), sujeitos a diferentes condições de pH durante a reação de presa.

O Biodentine™ revelou os valores mais elevados de adesão, independentemente das condições, e menor vulnerabilidade à diminuição do pH ambiente. O MicroMega MTA™ apresentou forças de adesão abaixo das do material padrão e das expectáveis para a aplicação clínica pretendida.

Segundo Olavo Guerreiro Viegas, um dos autores do estudo, «o cimento padrão é utilizado diariamente na prática clínica em Medicina Dentária. Novos materiais surgiram com o intuito de corrigir algumas das falhas do cimento padrão. Os novos materiais não coloram os dentes e o seu tempo de presa é inferior, o que permite que diversos tratamentos sejam concluídos numa só ida ao consultório. Estas características, aliadas à sua capacidade de adesão à dentina em diferentes condições de pH, fazem do Biodentine™ uma alternativa ao material padrão, devendo este ser considerado para uma utilização diária».

O trabalho, coordenado por João Miguel Marques dos Santos, contou com a colaboração do Departamento de Engenharia Mecânica da UC e do IBILI -Instituto Biomédico de Investigação de Luz e Imagem. Tem como coautores Diana Filipa Serra, Paulo Palma, Miguel Patrício e José Domingos Costa.

Redes Sociais

Os comentários estão fechados

« »