a carregar...

Para além de concertos, nos 130 anos da Tuna Académica da Universidade de Coimbra (TAUC) a comissão organizadora da data quis realizar “algo mais duradouro” e que motivasse “a geração atual para continuar o legado dos antigos tunos”. Com este objetivo em mente, surgiu a ideia de criar um inteiro postal comemorativo.

De acordo com Rita Agrela, membro da comissão dos 130 anos da TAUC, um inteiro postal “é algo de que não há registo na história recente” do organismo autónomo da Associação Académica de Coimbra (AAC) e que tem “um grande alcance” local e nacional. Apresentado a 25 de maio, na sala de ensaios da TAUC, o inteiro postal mostra uma fotografia com membros fundadores do organismo autónomo, descoberta em 2016.

130 anos TAUC

A efeméride dos 130 anos da TAUC é, para o presidente da Tuna, Ricardo Peres, uma “excelente desculpa” para “fazer mais e principalmente fazer melhor”. Fazendo um balanço dos últimos três anos na frente da TAUC, o responsável destacou as parcerias que têm sido feitas que “não são do passado, são do presente e do futuro” para o grupo.

“A Tuna, como grupo, cresceu”, referiu ainda Ricardo Peres. Prova disso mesmo é a apresentação do recém-criado Grupo de Metais da TAUC. A estreia foi durante a obliteração do inteiro postal, para os presentes na cerimónia. São agora seis os grupos ligados à TAUC.

Os CTT “associaram-se com prazer ao momento”, afirmou Pedro Neves. O responsável dos CTT adiantou que a criação de inteiros postais “ajuda a valorizar e eternizar” datas como os 130 anos da TAUC.

Mais sobre o evento aqui.

 

Marta Costa

Redes Sociais

Os comentários estão fechados

« »