Faculdades de Letras, Direito e Ciências e Tecnologia com novos professores catedráticos

Jul 30, 2019

A tomada de posse dos seis docentes da FCTUC, FDUC e FLUC teve lugar na Sala do Senado.

PartilheShare on FacebookTweet about this on TwitterShare on Google+Email this to someone

catedraticos UC KP2019
Jorge Dias, Jónatas Machado, Aroso Linhares, Marta Teixeira Anacleto, João Gouveia Monteiro e Margarida Sobral Neto.
Fotografia: © UC | Karine Paniza

A Sala do Senado recebeu a cerimónia de tomada de posse de novos professores catedráticos da Universidade de Coimbra (UC). Jorge Dias, da Faculdade de Ciências e Tecnologia da Universidade de Coimbra (FCTUC), Jónatas Machado e José Manuel Aroso Linhares, da Faculdade de Direito da Universidade de Coimbra (FDUC), e Marta Teixeira Anacleto, João Gouveia Monteiro e Margarida Sobral Neto, da Faculdade de Letras da Universidade de Coimbra (FLUC).

Os agradecimentos multiplicaram-se nos discursos assim como o “sentimento de dever cumprido”, sublinhou Margarida Sobral Neto que não deixou de referir o sentimento também de “reconhecimento pelo mérito de uma carreira que já vai longa”. A docente aproveitou para “agradecer pelas oportunidades, desafios e exigências” que se foram apresentando ao longo do percurso. “Assinar como professor catedrático é como receber uma estrela Michelin”, brincou João Gouveia Monteiro. No entanto, lembrou que, tal como a classificação de excelência no mundo da gastronomia, também a responsabilidade para a UC “é preciso manter”. “Após 41 anos como professor, 37 dos quais ao serviço da UC”, o docente destacou “um sentimento da mais profunda gratidão”.

espero que saiam daqui mais motivados para a UC ser mais forte e ir mais longe

Marta Teixeira Anacleto destacou a importância de “um olhar plural” no caminho. “O estudo das letras, na sua transversalidade intrínseca, é estruturante e fundamental para que se mantenha intacta a liberdade do pensamento universitário”, acrescentou a docente da FLUC. “É uma honra para mim estar aqui”, adiantou também Jorge Dias. O docente da FCTUC deixou o desafio de “incentivar para a pesquisa” já que, na sua opinião, “uma escola já não é conhecida apenas por dar aulas”. Jorge Dias mostrou-se disponível para ajudar no futuro da UC, aconselhando para a necessidade de “treinar os investigadores não só para fazer o conhecimento mas também para que este traga alguma vantagem”.

Da FDUC, Jónatas Machado deixou o “desejo que a nossa universidade seja movida por inteligência e que as decisões sejam tomadas de forma a serem boas para a UC, para as suas pessoas, para a sociedade”. Já Aroso Linhares referiu “momentos da vida que se sentem como uma passagem” e não quis deixar passar o momento para um “agradecimento e reconhecimento profundos” a quem o acompanhou.

O Reitor da UC, Amílcar Falcão, sublinhou a importância do momento como um dos principais na carreira de um docente: “o doutoramento a agregação e o dia da tomada de posse como professor catedrático são momentos bonitos”. O responsável deixou a promessa de que, até 2023, a Universidade teria 50 por cento de “professores associados e catedráticos. Estamos no caminho certo”. “Fico muito feliz por partilhar estes momentos convosco e espero que saiam daqui mais motivados para a UC ser mais forte e ir mais longe”, concluiu o Reitor.

 

Veja fotografias da cerimónia aqui:

Cerimónia de assinatura de contrato de Professores Catedráticos da FCTUC, FDUC e FLUC

 

Marta Costa e Karine Paniza

Redes Sociais

Os comentários estão fechados

« »