Hospital do Ursinho está de volta para tratar os brinquedos da pequenada

Out 16, 2018

Forum Coimbra recebe a iniciativa que já vai na décima quinta edição.

PartilheShare on FacebookTweet about this on TwitterShare on Google+Email this to someone

hospital do ursinho MC2018
Fotografia: © UC | Marta Costa

O Hospital do Ursinho, iniciativa que já vai na décima quinta edição, continua a querer “desmistificar o medo da bata branca”, afirma a coordenadora de projetos do Núcleo de Estudantes de Medicina da Associação Académica de Coimbra (NEM/AAC), Teresa Teixeira. A partir de hoje, 16 de outubro, no piso 1 do Centro Comercial Forum Coimbra, cerca de 300 estudantes de Medicina, Farmácia, Medicina Dentária, Psicologia e Enfermagem vão prestar cuidados médicos a peluches, bonecos e brinquedos, uma tentativa de aproximação com as crianças para que, “no futuro, a relação médico-doente seja mais eficaz”, adianta.

“As crianças não são muito recetivas a alguns tratamentos médicos”, explica Teresa Teixeira. Desde “levar a pica ou ir ao dentista, serve para desmistificar todo o processo que envolve ir ao hospital, ida a uma clínica, a uma consulta” pode ser difícil para uma criança. Com o Hospital do Ursinho, os estudantes querem que os mais novos “se aproximem mais dos médicos”. De acordo com Teresa Teixeira o objetivo é que “a criança seja capaz de dizer ao médico o que tem: se conseguem dizer no boneco que dói a perna, também conseguem dizer nele o que é que dói”.

Hospital do Ursinho 2018

Para além disso, é também uma iniciativa para “ajudar os futuros médicos a aprender”, sublinha a coordenadora do NEM/AAC. “Ajuda muito os estudantes e ajuda as crianças a perderem o medo da bata branca”, continua Teresa Teixeira. A estudante considera que passa a ser “uma coisa normal e divertida”.

A grande inovação em 2018 é a participação do Núcleo de Estudantes de Psicologia, Ciências da Educação e de Serviço Social da Associação Académica de Coimbra.

Espera-se que entre 3500 e 4 mil crianças visitem o Hospital do Ursinho, entre visitas agendadas de escolas do distrito e visitas particulares. A organização convida as crianças a trazer o peluches “magoados” para tratamento.

O Hospital do Ursinho vai estar no Fórum Coimbra até 21 de outubro.

Marta Costa

Redes Sociais

Os comentários estão fechados

« »