A Universidade de Coimbra (UC) acolhe, nos próximos dias 18 e 19 de fevereiro, a Reunião Geral de Coordenação do Programa de Licenciaturas Internacionais (PLI), onde participam Reitores e Vice-Reitores de Universidades Portuguesas e Professores de Universidades Brasileiras e Portuguesas.

“Esta reunião faz parte de uma das duas reuniões anuais que são feitas com os coordenadores com o PLI, brasileiros e portugueses, que tem atualmente estudantes em Portugal”, explica Joaquim Ramos de Carvalho. O Programa de Licenciaturas Internacionais resultou de uma iniciativa da CAPES (Coordenação de Aperfeiçoamento de Pessoal de Nível Superior, Ministério da Educação do Brasil) e da Universidade de Coimbra, com o apoio do Grupo de Coimbra de Universidades Brasileiras (GCUB). O vice-reitor da UC para as Relações Internacionais adianta que a reunião “é um momento de coordenação, de articulação de ideias, de programação de futuro e de acerto de práticas”.

o PLI é um programa exemplar a vários níveis

A coordenação nacional do PLI é da responsabilidade do Conselho de Reitores das Universidades Portuguesas (CRUP), que preside à reunião de trabalho do dia 19. A reunião, no passado, era feita só no âmbito da UC porque, como conta Joaquim Ramos de Carvalho, “era a única universidade envolvida com o programa”. A partir de 2012, o Programa foi alargado a outras Instituições de ensino Superior Portuguesas, assim, envolve atualmente “todas as universidades do país que têm estudantes ao abrigo deste programa”, acrescenta o vice-reitor.

O PLI é um programa de dupla titulação, que permite a estudantes de licenciatura de universidades brasileiras, que cumpram determinados requisitos específicos, permanecerem durante dois anos na Universidade de Coimbra. Os estudantes que cumprirem com sucesso o estipulado no programa recebem um diploma de Primeiro Ciclo (licenciatura em Portugal) na área correspondente, emitido pela Universidade de Coimbra, e um Diploma de Licenciatura Plena na área de formação docente específica, emitido pela universidade brasileira. De acordo com Joaquim Ramos de Carvalho, o PLI é “um programa exemplar a vários níveis: pela quantidade de alunos envolvidos e pela qualidade da mobilidade e da formação que conseguimos atingir, coordenando esforços entre nós e os coordenadores brasileiros”.

O encontro tem início, pelas 16h30m (dia 18 de fevereiro), com a Conferência “A história do PLI”, numa sessão presidida pelo Reitor da UC, João Gabriel Silva. O programa integral da reunião está disponível aqui.

 

Imagens da reunião geral de coordenação do Programa de Licenciaturas Internacionais:

Redes Sociais

Os comentários estão fechados

« »