A história do Língua por Mário Lúcio

Dez 1, 2015

O Ministro da Cultura de Cabo Verde lança em Coimbra a obra vencedora do Prémio Miguel Torga 2015

PartilheShare on FacebookTweet about this on TwitterShare on Google+Email this to someone

No âmbito da programação cultural do Congresso de Língua Portuguesa: uma Língua de Futuro, o ministro da Cultura de Cabo Verde, Mário Lúcio, apresenta Biografia do Língua.

“Eu queria escrever um livro sobre o Língua – um escravo que fazia traduções, que traduzia de português para línguas africanas”, conta Mário Lúcio. A história ganhou forma (ver vídeo) e o livro acabou por ganhar o prémio Miguel Torga 2015. A obra que, de acordo com o ministro cabo-verdiano, “tem tudo a ver com a Língua e a Linguagem”. Em Coimbra para o Congresso de Língua Portuguesa: Língua de Futuro, Mário Lúcio recorda que tudo acaba por ser “uma bela coincidência”. “A nossa Língua Portuguesa só é nossa se contiver todas as linguagens que a compõem”, afirma. O orador no Congresso acrescenta ainda que “para que uma língua não seja de arquivo tem de se renovar todos os dias, tem de ser inconformada”, e cabe também aos escritores esse papel.

O lançamento da Biografia do Língua realiza-se a 3 de dezembro, pelas 17h45 no Convento de S. Francisco. Mais informações aqui ou pelo email: cultura@cm-coimbra.pt

Mário Lúcio vai ainda apresentar-se no Conservatório de Música de Coimbra para um concerto. O evento está marcado para 2 de dezembro, pelas 21h30. Informações e reservas de bilhetes devem ser tratadas com a Associação de Amigos do Conservatório de Coimbra (A2C2)

Redes Sociais

Os comentários estão fechados

« »