“É uma honra servir a minha Universidade”. Álvaro Garrido tomou posse como diretor da Faculdade de Economia da Universidade de Coimbra (FEUC) e assumiu estar “mais motivado e confiante do que apreensivo”, apesar de reconhecer que a FEUC enfrenta hoje alguns desafios.

Álvaro Garrido aproveitou a cerimónia de tomada de posse para alertar para a falta de espaço, simultaneamente “uma força e uma fraqueza” da FEUC. “A pegada da FEUC chega longe, mas precisamos de ampliar a nossa rede de parcerias, mobilizar os antigos estudantes e gerar dinâmicas mais visíveis para a comunidade”, acrescentou.

Dos objetivos que definiu para o mandato que agora inicia, o diretor destaca o “aprofundar a competitividade nacional e internacional das áreas de Economia e Gestão”, “aumentar a interação da FEUC com o meio empresarial da região e do País” e “um esforço persistente de renovação de imagem”.

A FEUC é, para o diretor, uma “escola plural e multidisciplinar”. Ao mesmo tempo, Álvaro Garrido defende que “uma FEUC mais contemporânea e empenhada na dimensão pública da educação não é um horizonte incompatível com uma perspetiva funcional da Universidade”.

“A FEUC é uma faculdade transversal no saber”, referiu o Reitor da UC, Amílcar Falcão. É também “um bom exemplo de participação estudantil”. Durante a cerimónia de tomada de posse, Amílcar Falcão ouviu “várias mensagens” no discurso do novo diretor da FEUC, no entanto acredita que “no seu conjunto tem uma forma muito positiva de encarar o que será o futuro da FEUC e da UC”.

Para o futuro, Amílcar Falcão deixou o desejo: “Espero que consigamos concretizar coisas importantes para a FEUC. É o desejo do seu diretor mas é também o de toda a Universidade”.

 

Veja algumas fotos do evento aqui:

Álvaro Garrido toma posse como diretor da FEUC

 

Marta Costa e Karine Paniza

Redes Sociais

Os comentários estão fechados

« »