Ano Zero para aprofundar conhecimentos

Set 29, 2014

PartilheShare on FacebookTweet about this on TwitterShare on Google+Email this to someone

visita alunos ano zero
A receção dos estudantes incluiu uma visita aos estúdios da UCV
Fotografia: © UC | Marta Costa

“Vim para adquirir competências porque Angola precisa de gente capacitada”. Wilson Miranda veio para Portugal juntamente com outros estudantes perseguir o sonho de ser engenheiro. Deixa para trás a família e amigos, mas olha para o futuro e para a Universidade de Coimbra (UC) como uma forma de “aprimorar a educação e ainda levar um bónus de interagir com diferentes culturas”.

São cerca de três dezenas de estudantes angolanos que vieram para Coimbra frequentar o ano zero, uma iniciativa inédita na UC.

É uma experiência absolutamente fundamental para ajudar os alunos

O ano zero permite aos alunos aprofundarem conhecimentos na área de base científica, no sentido de virem a obter aprovação nas provas de ingresso ao Ensino Superior. Para a Vice-Reitora da universidade, Madalena Alarcão, o ano zero “é uma experiência absolutamente fundamental para ajudar os alunos”. De acordo com a responsável, é um apoio “para que venham a ter sucesso quando entrarem na universidade”.  Trazer pessoas com outras experiências e outras visões torna o ensino na UC “mais rico e mais múltiplo”. Acontece o mesmo para os estudantes nacionais que, revela a Vice-Reitora, também beneficiam da “oportunidade de se cruzarem com outros colegas e com outras culturas”.

Com um sorriso nos lábios Luciano Jai diz que um dos seus sonhos era “frequentar uma universidade reconhecida mundialmente”. Ao chegar à UC mostra-se “muito contente com a receção dos portugueses”. O grupo de estudantes recém-chegado está a usufruir de uma bolsa oferecida pela empresa angolana Sonangol.

A Vice-Reitora destaca que a “importância de receber alunos internacionais decorre fundamentalmente da abertura que a universidade sempre tem tido relativamente ao mundo”. Uma universidade voltada para a internacionalização é, no momento, “um objetivo prioritário”.

 

Redes Sociais

3 comentários a Ano Zero para aprofundar conhecimentos

  1. Gelson Cabeto Chipoco diz:

    É nós em Coimbra-Portugal

  2. Vamos dar surra nos books. ..

« »