APPraxe, quando tens a praxe na palma da mão

Jan 8, 2019

A aplicação foi desenvolvida no âmbito da cadeira de Processos de Gestão e Inovação da Licenciatura em Engenharia Informática da FCTUC.

PartilheShare on FacebookTweet about this on TwitterShare on Google+Email this to someone

APPraxe KP2019
Fotografia: © UC | Karine Paniza

Para todos os que quiserem convocar iniciativas de praxe académica ou para aqueles que querem participar, mas não sabem onde se realizam, chegou a APPraxe. Criada por seis estudantes de Licenciatura em Engenharia Informática da Faculdade de Ciências e Tecnologias da Universidade de Coimbra (FCTUC), a aplicação surge como uma nova plataforma de “acesso às informações relativas às praxes” de cada curso.

“Pretendemos divulgar a nossa aplicação de maneira a que quando o caloiro, no início do ano, entra sozinho, consiga ter acesso às informações relativas às praxes, caso pretenda aderir, não sendo necessário ter acesso a redes sociais, onde estas informações são partilhadas em primeira instância”, explica a equipa da APPraxe. A aplicação consiste na criação de grupos de praxe e na inserção de elementos dentro dos grupos. A partir daqui, é possível fazer convocatórias e partilhar localizações.

Com o apoio do Conselho de Veteranos da Universidade de Coimbra, a quem foi também dado acesso à aplicação para que “possam adicionar informação sobre a praxe, nomeadamente se há ou não e a sua razão”, os estudantes querem que a APPraxe possa resolver “vários problemas” que atualmente não conduzem “ao aproveitamento integral da praxe” acrescentam.

De momento, a aplicação permite ainda uma opção para conversar com veteranos, onde os participantes podem interagir e tirar dúvidas.

A aplicação foi desenvolvida por Alexandre Ferreira, Catarina Mestre, Diogo Costa, João Canelas, João Oliveira e Maria Pereira, para a cadeira de Processos de Gestão e Inovação da Licenciatura em Informática da FCTUC. A APPraxe foi lançada a 18 de dezembro e já conta com cerca de uma centena de downloads.

 

Marta Costa e Karine Paniza

Redes Sociais

Os comentários estão fechados

« »