“O Arrisca C é uma iniciativa que projeta os jovens para o futuro”. É assim que o Vice-Reitor responsável pela pasta da Inovação, Luís Simões da Silva, define o concurso que cumpriu dez edições. A entrega de prémios aconteceu no Exploratório Centro de Ciência Viva de Coimbra e reuniu promotores, patrocinadores e entidades, numa cerimónia onde, mais uma vez, se deu o salto para o sucesso.

Também a participação das escolas secundárias é “fulcral”, sublinha o Reitor da UC. No geral, Amílcar Falcão acredita que “estamos perante projetos de muito valor”. “Os resultados que temos obtido são excecionais e estamos no bom caminho para que, com transferência do conhecimento, a região centro saia valorizada”.

“O desafio é, agora, dar continuidade”, acrescentou a Secretária de Estado do Desenvolvimento Regional, Maria do Céu Albuquerque. “Os Prémios [Arrisca C] são o reconhecimento do caminho até aqui” continuou a governante, “mas são também uma responsabilidade”, acrescentou.

Dos participantes e vencedores, foram várias as palavras de agradecimento. Um dos vencedores da tarde foi a Protex-Aging. Ao receber os prémios IEFP, IAPMEI, o prémio Ideias de Negócio Arrisca C e o prémio Santander, os promotores agradeceram “o voto de confiança decisivo”. “Não é só receber os prémios, é saber que acreditaram em nós de muitas maneiras, o que é um apoio muito mais forte”, explica a mentora do projeto Alexandrina Pinto Mendes. A Protex-Aging “é, ainda, só uma ideia de negócio”. Gonçalo Pinto Mendes, Alcino Lopes Leitão e Cátia Moreira de Sousa completam a equipa de investigadores da Faculdade de Farmácia da UC e do Centro de Neurociências e Biologia Celular da UC que identificou um composto que, explicam, “tem uma atividade protetora das células e é capaz de prever a destruição celular”. De acordo com Alexandrina Pinto Mendes “a molécula tem um elevado potencial” e com a ajuda do Arrisca C, “queremos realizar os ensaios necessários para que possa vir a ser um medicamento”.

A Time Up, por sua vez, é uma tecnologia que permite informar o profissional de saúde de uma infeção de trato urinário. Ideia vencedora de uma menção honrosa do Prémio Ideias de Negócio Arrisca C, os promotores esperam “corresponder às expetativas”. “Foi um concurso que nos obrigou a pensar e estamos mais fortalecidos”, referiram os responsáveis durante a cerimónia.

Já o prémio principal Plano de Negócios Arrisca C distinguiu uma spin-off criada na Universidade da Beira Interior. A Eco2Blocks “produz e desenvolve materiais de construção feitos com resíduos industriais e água não potável”, afirmam os promotores.

 

Vencedores Arrisca C 2018:
Prémio IEFP: Protex-Aging
Prémio IAPMEI: Protex-Aging
Prémio Ideias de Negócio | Ensino Secundário e Técnico-Profissional: Dog’s Home
Prémio Ideias de Negócio | Social Ao Centro: Immersive Pyx-Rescue Pyx
Prémio Ideias de Negócio Arrisca C: Protex-Aging
Prémio Ideias de Negócio Arrisca C – menção honrosa: Time Up
Prémio Planos de Negócio Arrisca C: Eco2 Blocks
Prémio Planos de Negócio Arrisca C – menção honrosa: Vmotor Xperience

 

 

Marta Costa e Karine Paniza

Redes Sociais

Os comentários estão fechados

« »