“As Academias estão aqui para aproximar os povos através do conhecimento”

Jun 10, 2019

Joaquim Chissano está em Coimbra como orador chave na cerimónia de inauguração da Academia Sino-Lusófona. Falou com a Universidade de Coimbra sobre a importância da lusofonia hoje.

PartilheShare on FacebookTweet about this on TwitterShare on Google+Email this to someone

“Esta é a sua casa também”, afirmou o Reitor da Universidade de Coimbra (UC), Amílcar Falcão, ao receber o antigo Presidente de Moçambique Joaquim Chissano. “Sei o local exato onde estava sentado, em 1999, quando [Joaquim Chissano] foi agraciado com o Honoris Causa pela UC”, recordou o responsável da Universidade que não deixou de sublinhar o “trabalho de relacionamento baseado na partilha de conhecimento e solidariedade entre povos ” que a UC tem desenvolvido ao longo dos séculos.

Joaquim Chissano está de visita a Portugal a convite da Universidade de Coimbra para participar na inauguração da Academia Sino-Lusófona. “Estou ansioso para ver o que se vai passar com a criação desta academia”, afirmou o doutor Honoris Causa pela Faculdade de Economia da UC. O Presidente da República de Moçambique entre 1986 e 2005 garantiu que “é uma inauguração necessária, na senda dos desejos do mundo, de estarmos juntos pela Humanidade”. “É para isso que estamos aqui, para construir uma Humanidade melhor”, acredita.

Saiba mais sobre a inauguração da Academia Sino-Lusófona aqui.

Veja algumas fotografias da receção na UC aqui:

Receção aos convidados internacionais para inauguração da Academia Sino-Lusófona da UC

 

Marta Costa e Karine Paniza

Redes Sociais

Os comentários estão fechados

« »