Associação RUAS reune-se para balanço e define o trabalho futuro

Abr 5, 2019

Um dos pontos da reunião foi a nomeação do novo do Presidente da Direção, cargo que passa a ser ocupado pelo Vice-Reitor Alfredo Dias, em representação da UC.

PartilheShare on FacebookTweet about this on TwitterShare on Google+Email this to someone

ruas
Fotografia: © UC | François Fernandes

“Espero continuar a contribuir para desenvolver um bom trabalho nesta associação”, são as palavras de Alfredo Dias, Vice-Reitor da Universidade de Coimbra (UC) para o Património, Edificado e Infraestruturas, que assume o cargo de Presidente da Direção da Associação RUAS – Recriar a Univer(s)cidade. A nomeação resultou da reunião da Assembleia Geral da Associação.

Quanto ao trabalho da RUAS, o novo Presidente não tem dúvidas e avança que deve passar por “continuar a apoiar o selo da UNESCO”.

A Vice-Presidência da Associação é assumida por Carina Gomes, em representação da Câmara Municipal de Coimbra (CMC). Já a presidência da Assembleia Geral, anteriormente a cargo da UC, ficará no aval do Presidente da Câmara Municipal de Coimbra, Manuel Machado, cabendo a Vice-Presidência ao Reitor da UC, Amílcar Falcão.

O Vice-Reitor da Universidade de Coimbra para a Cultura e Ciência Aberta, Delfim Leão, ocupa o lugar de Vogal da Direção. Para o Vice-Reitor o principal desafio deste cargo passa por perceber “de que forma o edificado vive com os seus contextos de produção e históricos” e de que modo se consegue “trazer a história para a atualidade de uma forma que faça sentido”.

Recorde-se que a RUAS é dirigida por uma Presidência e por um Conselho Diretivo, exercidos de forma rotativa pela Universidade de Coimbra e pela Câmara Municipal de Coimbra.

A reunião serviu também para fazer a apreciação e votação do relatório de contas e do relatório de atividades do ano transato e avançar com apreciação e votação do plano de atividades e orçamento para o presente ano. A Associação continuará a apostar em eventos estratégicos, como a participação na Feira Cultural de Coimbra e a organização dos Sons da Cidade – evento que celebra a inscrição da Universidade de Coimbra, Alta e Sofia na Lista do Património Mundial.

Para além disso, pretende-se alargar a área Património Mundial do Bem Universidade de Coimbra, Alta e Sofia, de modo a incluir o Museu Nacional de Machado de Castro na área classificada. Tal desejo foi já submetido à Comissão Nacional da UNESCO e para o Reitor da Universidade de Coimbra, Amílcar Falcão, trata-se de uma inclusão que faz todo o sentido porque o Museu “faz parte do património da zona histórica”. Trata-se, por isso, de uma “estratégia para valorizar esse património”, acrescenta ainda.

A Associação RUAS tem como membros fundadores a Universidade de Coimbra, a Câmara Municipal de Coimbra, a Direção Regional de Cultura do Centro e a Coimbra Viva (Sociedade de Reabilitação Urbana) e conta com um Forúm Consultivo que reúne um conjunto de instituições e agentes sociais ligados ao bem classificado. Tem como objetivos salvaguardar, promover e gerir o conjunto designado por “Universidade de Coimbra – Alta e Sofia”, que integra a Lista de Bens classificados como Património Mundial pela UNESCO e, ao mesmo tempo, promover, apoiar e dinamizar iniciativas no âmbito da atividade científica, cultural e social do património afeto.

 

 

A Assembleia Geral da Associação RUAS teve lugar no Salão da Reitoria da Universidade de Coimbra a 5 de abril.

 

François Fernandes e Milene Santos

Redes Sociais

Os comentários estão fechados

« »