a carregar...

Uma carta escrita pelo padre jesuíta português Cristovão Ferreira foi “descoberta” entre o espólio da Biblioteca Geral da Universidade de Coimbra.

Trata-se de uma carta “ânua” (relatório anual dos trabalhos dos padres jesuítas na missões no estrangeiro) escrita em 1618 no Japão, ano em que já estavam em vigor os decretos que proibiam a prática da religião cristã no Japão.

Na carta podem ler-se diversas histórias de perseguições e conversões, descritas pela mão de Cristovão Ferreira.

Recentemente Cristóvão Ferreira foi figura central no filme “Silêncio”, do realizador Martin Scorsese, relatando os dramas da perseguição religiosa contra os cristãos no Japão do século XVII.

 

Galeria de Imagens

Carta ânua de Cristovão Ferreira (1618)

Redes Sociais

Deixar uma resposta

O seu endereço de email não será publicado. Campos obrigatórios marcados com *


*

« »

oo