Caminhos do Cinema Português querem continuar a ser a “montra do melhor que é produzido a nível nacional”

Nov 8, 2018

De 23 de novembro a 1 de dezembro, o Festival Caminhos do Cinema Português regressa para a 24.ª edição.

PartilheShare on FacebookTweet about this on TwitterShare on Google+Email this to someone

Caminhos KP2018
Fotografia: © UC | Karine Paniza

Entre 23 de novembro e 1 de dezembro, são cerca de 60 os filmes que vão estar em exibição. O cinema nacional volta a estar em destaque no Festival Caminhos do Cinema Português. Um festival que quer tornar o “cinema acessível a todas as idades” ao mesmo tempo que quer continuar a “ser a montra do melhor que é produzido a nível nacional”. Quem o afirma é João Pais, da organização do evento que chega, em 2018, à 24.ª edição.

Para além da Seleção Caminhos, João Pais revela uma novidade para 2018, com os “Outros Olhares”, “uma seleção muito especial que vai permitir questionar o que é o cinema hoje”. A seleção vai ainda “mostrar um novo tipo de imagética que foge um pouco da narrativa comum e tradicional que estamos habituados a ver na grande sala”, continua o responsável.

Os filmes inseridos nos Outros Olhares vão ser exibidos no mini auditório Salgado Zenha, no edifício sede da Associação Académica de Coimbra. A Seleção Caminhos, como é habitual no Festival Caminhos do Cinema Português, estão previstos para o palco principal do Teatro Académico de Gil Vicente. Mas há mais cinema na programação do festival. As salas NOS vão receber a Seleção Ensaios, “produzidos em contexto académico, tanto nacional e internacionalmente”, adianta João Pais. Projetados em sessões múltiplas, a ideia passa por haver a possibilidade de “comparação” entre o que é feito por estudantes dentro e fora do País, explica.

A programação do festival é direcionada a todas as idades, com o Caminhos Juniores, durante a manhã, no TAGV, para as crianças da zona de Coimbra, ou os Caminhos Séniores.

Toda a programação do Festival Caminhos do Cinema Português 2018 já se encontra disponível online aqui.

 

Marta Costa e Karine Paniza

Redes Sociais

Os comentários estão fechados

« »