Cinemalogia leva formandos a criar Horizonte Artificial

Abr 18, 2019

O curso de cinema produzido pelo Centro de Estudos Cinematográficos da AAC vai já na 9.ª edição.

PartilheShare on FacebookTweet about this on TwitterShare on Google+Email this to someone

Curta-metragem cinemalogia
Fotografia: © UC | Karine Paniza

O bloqueio de um escritor e o seu percurso para chegar ou ao estrelato ou à loucura é o mote para a curta-metragem Horizonte Artificial, o produto final da 9.ª edição do curso de cinema “Cinemalogia”.

A ideia para o filme nasceu no primeiro módulo nuclear do curso. “Já tínhamos feito o guião e, a partir daí, fomos sempre trabalhando diretamente em cima dele em todas as outras vertentes do cinema”, explica o realizador, Lucas Fidalgo.

Escrito, produzido e finalizado pelos formandos, a curta pretende aprofundar “a especificidade de múltiplas áreas do conhecimento cinematográfico que se conjugam no grande ecrã como; a imagem e o som, em todas as etapas da produção de um filme; a direcção de arte; a direcção de actores; o casting; o planeamento da rodagem e a distribuição do filme.”, refere a organização. O “Cinemalogia” é, assim, “uma oportunidade de participar de uma produção cinematográfica” de início ao fim.

“Horizonte Artificial” é a produção final do trabalho realizado pelos formandos do curso Cinemalogia – Da Ideia ao Filme, organizado pelo Centro de Estudos Cinematográficos da Associação Académica de Coimbra.

 

Redes Sociais

Os comentários estão fechados

« »