Coimbra recebe “com classe” o Ano Novo Chinês do Rato

Jan 21, 2020

A Gala do Novo Ano Chinês, organizada pela Embaixada, foi feita pela primeira vez fora de Lisboa. Uma iniciativa que a UC considera "um momento histórico" e "um incentivo" para o futuro das relações sino-lusófonas.

PartilheShare on FacebookTweet about this on TwitterShare on Google+Email this to someone

Ano Novo Chinês MC2020
Fotografia: © UC | Marta Costa

“O Rato é um dos animais do calendário chinês, o primeiro dos 12 animais” o que faz com que seja “o início do ciclo”, conta o co-diretor do Instituto Confúcio da Universidade de Coimbra, Huang Zaiwei. “Simboliza agilidade, astúcia e prudência”,  explica a também co-diretora do ICUC, Cristina Zhou. Depois do terminado o Ano do Porco, é a 25 de janeiro de 2020 que é chegada a hora de celebrar a passagem para o novo ano, e começar o Ano do Rato. Mas as comemorações começaram mais cedo.

Pela primeira vez, foi em Coimbra que a Embaixada da República Popular da China em Portugal assinalou o novo ano. Um evento organizado em parceria com o Instituto Confúcio da Universidade de Coimbra, celebrou a entrada no Ano do Rato a 20 de janeiro. A Gala do Festival do Ano Novo Chinês, que acontece pela primeira vez fora de Lisboa, reuniu dezenas de pessoas no Conservatório de Música de Coimbra. “Esta noite é de festa e é dedicada a todos os que se têm dedicado a fazer o ICUC crescer”, sublinhou ainda Cristina Zhou.

A responsável deixou ainda agradecimentos à Embaixada, pela oportunidade de co-organizar o evento fora de Lisboa: “Somos capazes de realizar grandes eventos, e com classe”. De acordo com Cristina Zhou, o ICUC quer continuar a manter “livre e eficaz a comunicação entre línguas e culturas”.

O Vice-Reitor para as Relações Externas e Alumni, João Nuno Calvão da Silva, poder realizar a Gala do Ano Novo Chinês do Rato em Coimbra foi “um acontecimento histórico”. “Constitui, para a Universidade de Coimbra, um incentivo para desenvolvermos mais esforços nas ligações sino-lusófonas”, acrescentou.

Foi possível assistir a espetáculos de dança, canto e Tai Chi. A Trupe de Dança da Escola Secundária Qijang de Macau e a Cainongzi Coro da Escola de Macau foram alguns dos participantes, mas docentes e alunos do Conservatório de Música e do ICUC também fizeram parte do programa.

Veja aqui algumas fotos do evento:

Ano Novo Chinês em Coimbra

 

Marta Costa

Redes Sociais

Os comentários estão fechados

« »