Dia da FEUC celebra-se a 2 de dezembro

Nov 29, 2019

O 47.º aniversário da Faculdade de Economia homenageia os melhores alunos da faculdade 2018/2019 e no programa está prevista uma homenagem ao professor Joaquim Romero Magalhães.

PartilheShare on FacebookTweet about this on TwitterShare on Google+Email this to someone

Dia da FEUC 2019MC
Fotografia: © UC | Marta Costa

Em 2019, a Faculdade de Economia da Universidade de Coimbra (FEUC) celebra 47 anos de vida. Para o Dia da Faculdade, que se assinala a 2 de dezembro, a diretora, Teresa Pedroso de Lima, aponta quatro grandes desafios para a FEUC: “inovação pedagógica, corpo docente mais qualificado” e, ao mesmo tempo a necessidade de reforço “de instalações e do corpo técnico”.

“A Faculdade confronta-se com um corpo docente rejuvenescido”. Teresa Pedroso de Lima revela que em 2019 foram contratados 10 novos docentes, com abertura de 40 vagas em concurso para docentes, entre auxiliares, associados e catedráticos. “É um desafio porque ficamos com um melhor corpo docente. Mas temos de ser mais faculdade, ter melhor investigação”, acrescenta.

De acordo com a diretora da FEUC, a “inovação pedagógica” é outro dos desafios: “ouvimos dizer que o ensino universitário é igual ao que era há 50 anos, mas é preciso contrariar esta ideia e mostrar que os olhos com que nos olham é que são de há meio século”. A docente da FEUC defende que “o que se faz na universidade é completamente diferente” mas, ao mesmo tempo, acredita que “não é suficiente. Há muito a mudar”. São os estudantes a principal causa de inovação pedagógica na FEUC, na perspetiva de Teresa Pedroso de Lima, “os 2500 alunos que nos desassossegam todos os dias” mas também os parceiros, que já ascendem à meia centena.

Para o futuro, ficam os desafios que são também inquietações. “O desafio pouco concretizado tem a ver com as instalações, que são escassas para a dimensão que queremos para a faculdade”, adianta. A responsável lamenta que não se tenha conseguido “nem o terreno nem a casa, nem começar a escola de formação no instituto geofísico. Mas não desistimos”.

“Finalmente, mas não menos importante, e porque o importante das instituições são as pessoas, o pessoal técnico que tem vindo a ser reforçado é ainda insuficiente”, revela a diretora da FEUC. Teresa Pedroso de Lima acrescenta que a situação “não se nota, porque a atividade da faculdade não para, mas tem a ver com um esforço exagerado das pessoas que trabalham na faculdade”.

O desejo de Teresa Pedroso de Lima para o 47.º aniversário da FEUC “é que sejamos mais faculdade para ter melhor investigação, melhor ensino, melhor Universidade, melhor Região Centro, melhor País e para contribuirmos para um mundo melhor”.

Dia da FEUC programa

Do programa das comemorações, destaque para a apresentação do Centro de Excelência Jean Monnet e a sessão de homenagem a Joaquim Romero Magalhães, cujo acervo bibliográfico vai ser doado à FEUC. O Dia da Faculdade de Economia arranca pelas 14 horas de segunda-feira, 2 de dezembro, no Auditório da FEUC.

Saiba mais sobre o evento aqui.

 

Marta Costa e Karine Paniza

Redes Sociais

Os comentários estão fechados

« »