Doutoramento em Desenvolvimento Sustentável da Floresta chega ao IIIUC

Fev 27, 2020

O prazo de candidaturas para o Doutoramento DSF estende-se até 31 de março de 2020. Para mais informações, visite a página https://www.uc.pt/iii/doutoramentos

PartilheShare on FacebookTweet about this on TwitterEmail this to someone

CC no III KP2020
Fotografia: © UC | Karine Paniza

O Instituto de Investigação Interdisciplinar da Universidade de Coimbra (IIIUC) abre este ano, pela primeira vez, as candidaturas ao Curso de Doutoramento em Desenvolvimento Sustentável da Floresta (DSF).

Este é o sétimo programa doutoral do IIIUC e, de acordo com a sua Diretora, “resulta de um novo olhar para a Floresta e para a Paisagem numa perspetiva marcadamente interdisciplinar, cruzando diversas áreas científicas cujas temáticas vão das Ciências da Vida e Engenharia Florestal até à sustentabilidade e a Economia Circular, atendendo a outros domínios como da Psicologia, do Direito, da Gestão integrada de Fogos, das necessidades das Comunidades e do Ordenamento do Território ou, ainda, do Turismo de Natureza, entre outros serviços dos ecossistemas.”

“Com este doutoramento interdisciplinar, único em Portugal, pretendemos formar recursos humanos qualificados que contribuam para o desenvolvimento dos espaços rurais interiores, e para reforçar a gestão dos recursos naturais, alicerçada na transferência do conhecimento. Para além disso, a atração de estudantes de doutoramento para esta área de investigação vai contribuir para o desenvolvimento de dinâmicas sustentáveis inovadoras de aproveitamento eficiente dos recursos naturais associados à floresta”, sublinha a responsável.

Este programa doutoral, que resulta de uma associação e de uma visão conjunta entre a Universidade de Coimbra (UC), através do IIIUC, e a Universidade de Trás-os-Montes e Alto Douro (UTAD), pretende “dar resposta a alguns dos principais desafios do Território e suas Comunidades, atendendo às diferentes dimensões da floresta: social, económica, ambiental e tecnológica. Por essa razão, conta ainda com a parceria estratégica de empresas, associações, autarquias e outras entidades de referência do setor florestal e suas fileiras. Os seus objetivos gerais resultam, também, das dinâmicas socioeconómicas comuns em toda a Europa e em particular em Portugal, relativas aos envelhecimento da população e à desertificação humana das zonas rurais dos territórios interiores”, refere ainda Cláudia Cavadas.

O Curso de Doutoramento interdisciplinar em Desenvolvimento Sustentável da Floresta “conta com um corpo docente de referência, cuja excelência permitirá assumir uma perspetiva de internacionalização do curso, no médio prazo”, concluiu a Vice-Reitora e Diretora do IIIUC, Claudia Cavadas.

 

IIIUC

Redes Sociais

Os comentários estão fechados

« »