a carregar...

A desenvolver a tese de doutoramento “Moldar as economias urbanas – uma conta satélite de deslocações pendulares”, o estudante da Universidade de Coimbra (UC) ganhou o primeiro prémio ex-aequo na 22ª Conferência da Associação Internacional de Input-Output. O galardão foi atribuído na passada sexta-feira, em Lisboa.

João Pedro Ferreira foi um dos laureados com o prémio de melhor projeto de tese de doutoramento apresentado na 22ª Conferência da Associação Internacional de Input-Output. As rúbricas Flash Sessions, promovidas pela organização da conferência, pretendiam que os estudantes de Doutoramento apresentassem o trabalho que estão a desenvolver para as teses doutorais em cinco minutos e com recurso a apenas uma imagem. As três melhores apresentações foram premiadas com 500 dólares cada uma.

O estudante de Coimbra foi o único português a pisar o pódio, em ex-aequo com o japonês Michael Huang e com o australiano Christian Reynolds, num concurso onde participaram cerca de 20 concorrentes oriundos de diversas universidades internacionais.

A desenvolver a tese de doutoramento “Moldar as economias urbanas – uma conta satélite de deslocações pendulares”, o estudante pretende avaliar os impactos ambientais e económicos das deslocações pendulares na área da grande Lisboa. Só nesta zona do país, mais de 700 mil pessoas trabalham fora da área de residência e por isso viajam diariamente para outros municípios. Estas deslocações têm efeitos no tipo de consumo das pessoas/famílias e na própria região onde gastam uma parte significativa dos rendimentos. Estudar os impactos das deslocações pendulares é o objetivo do trabalho agora premiado pela comunidade científica internacional.

João Pedro Ferreira é doutorando da Iniciativa Energia para a Sustentabilidade, da Universidade de Coimbra, investigador no Grupo de Estudos Monetários e Financeiros da Faculdade de Economia da UC, pertencendo também ao projeto de investigação EMSURE (Energy and Mobility for Sustainable Regions). Sobre o galardão revela que “é um prémio muito importante e que me deixa muito satisfeito sobretudo pelo reconhecimento internacional da temática e do trabalho de investigação que tenho vindo a desenvolver”. O estudante destacou ainda o papel dos professores Pedro Nogueira Ramos, Luís Cruz e Eduardo Barata, orientadores da tese de doutoramento.

A 22ª Conferência da Associação Internacional de Input-Output decorreu de 14 a 18 de julho, em Lisboa, e reuniu mais de 400 investigadores nacionais e internacionais na área do Input-Output.

 

 

Redes Sociais

Deixar uma resposta

O seu endereço de email não será publicado. Campos obrigatórios marcados com *


*

« »

oo