“O porco é um signo muito popular” do horóscopo chinês, explica Cristina Zhao. “Significa boa sorte e fortuna”. E é no ano lunar do porco que entrámos, a 5 de fevereiro, de acordo com o calendário chinês. A efeméride foi celebrada no Instituto Confúcio da Universidade de Coimbra (ICUC) com atividades tradicionais de desenho, corte de papel e comida.

Há duas teorias para a mudança do ano chinês. A diretora pela Universidade de Coimbra do ICUC conta que, “a mais corrente, é que o ano começa sempre a 5 de fevereiro. Depois, há quem diga que começa o novo ano a partir do primeiro dia de primavera”. Curiosamente, em 2019, o primeiro dia de primavera no calendário chinês acontece na véspera do novo ano.

As festividades duram vários dias, terminando no 15.º dia do calendário, a 19 de fevereiro, com a festa das lanternas – “um evento que serve também para deixar o passado para trás”, explicou-se ainda no ICUC.

O ano novo chinês celebrou-se a 4 de fevereiro, com a entrada no ano do Porco.

 

Marta Costa e Karine Paniza

Redes Sociais

Os comentários estão fechados

« »