Iniciativa Born to Be levou debate sobre Aeroporto na Região Centro ao Polo 2

Mar 5, 2020

PartilheShare on FacebookTweet about this on TwitterEmail this to someone

Born To Be Aeroporto MC2020
Manuel Queiró apresentou dois estudos sobre o aeroporto na região centro para uma plateia numerosa.
Fotografia: © UC | Marta Costa

O Núcleo de Estudantes de Engenharia Civil, em parceira com a Académica Start UC, organizou um debate no Departamento de Engenharia Civil da Faculdade de Ciências a Tecnologia da Universidade de Coimbra (DEC/FCTUC). Joel Simões, embaixador da Académica Start UC, dinamizou o evento que dá o pontapé de saída a um ciclo denominado Born To Be. O conceito passa “por um conjunto de atividades, tais como conferências, debates, palestras, visitas técnicas e workshops” com o objetivo principal de “desenvolver o espírito crítico dos estudantes e da população em geral”, explica Joel Simões.

Aeroporto na Região Centro foi o tema da primeira edição do Born To Be. Com “uma audiência muito numerosa” a preencher o Auditório Laginha Serafim, o que, de acordo com Vítor Dias da Silva, da direção do DEC/FCTUC, só “mostra que há interesse neste tipo de iniciativas”, o evento previa uma apresentação de dois estudos sobre o aeroporto na região, da autoria de Manuel Queiró, seguido de um debate com Manuel Queiró, Álvaro Costa, Armando Silva Afonso e Norberto Pires.

Manuel Queiró, autor dos dois estudos apresentados, começou por dizer que “falar de aeroportos em Portugal, não só na região centro” é algo “ingrato”.

“Mais do que a discussão técnica, é uma discussão estruturante para o País”, destacou o Vice-Reitor João Nuno Calvão da Silva. Para o responsável, é de realçar a importância de iniciativas como a Born to Be. Sobre o tema do aeroporto na região centro, João Nuno Calvão da Silva sublinhou que era “um exercício de cidadania encontrar o melhor para o interesse regional, que deve convergir para o interesse nacional”.

A próxima sessão do Born To Be tem como tema as Smart Cities e está agendada para dias 25 e 26 de março.

Marta Costa e Karine Paniza

Redes Sociais

Os comentários estão fechados

« »