a carregar...

Melhor aluno da 3.ª edição do Programa Acertar o Rumo recebe Prémio de Mérito BPI

Jul 7 • Sem comentários em Melhor aluno da 3.ª edição do Programa Acertar o Rumo recebe Prémio de Mérito BPI

Vitalino Azevedo recebeu o prémio com o valor de 2 850 euros, o corresponde à propina do curso paga pelo estudante no momento da inscrição.

PartilheShare on Facebook0Tweet about this on Twitter0Share on Google+1Email this to someone

“As pessoas têm cada vez mais necessidade de mudar o rumo”, afirmou o reitor da Universidade de Coimbra (UC), João Gabriel Silva. Na fase final da 3.ª edição do programa Acertar o Rumo, com a entrega do Prémio de Mérito BPI ao melhor aluno de 2015/2016, Vitalino Azevedo, as várias entidades parcerias falaram das vantagens de ousar mudar e das necessidades cada vez maiores de adaptação às novas realidades.

Para o diretor do Centro de Emprego e Formação Profissional de Coimbra (CEFPC), António Francisco, o programa é “fundamental”. “Apesar da taxa de desemprego ter baixado, continuamos a ter um conjunto de pessoas com qualificações à espera de uma vaga. Por outro lado, temos pedidos de empresas que não conseguimos satisfazer por falta de candidatos qualificados”, revela. “Este programa de requalificação profissional tem o poder de mandar para o mercado pessoas requalificadas”, continua António Francisco. O diretor do CEFPC acredita que o Acertar o Rumo consegue mudar a vidas das pessoas ao mesmo tempo que satisfaz “as necessidades do mercado de trabalho”.

decidiram acertar o rumo na direção certa

A mesma ideia é partilhada pelo CEO da Critical Software. Gonçalo Quadros defende como objetivo do programa o “resolver problemas” tanto das empresas, “que não encontram pessoas com qualificações”, como das próprias pessoas, “que não encontravam o caminho e a carreira profissional com as qualificações que tinham”. “É isso que o Acertar o Rumo quer resolver”, afirmou o responsável. Gonçalo Quadros destacou ainda a ousadia e a coragem de arriscar de todos os participantes nas várias edições do programa, qualidades que o CEO da Critical Software considera fundamentais para “mudar de vida e de caminho”.

“Estamos à beira de uma alteração muito significativa na sociedade”, adiantou João Gabriel Silva, referindo-se à cada vez maior automatização dos sistemas. “Se nós, enquanto sociedade, queremos responder às transformações que aí vêm, temos de nos reestruturar”, acrescentou o reitor da UC. Por isso mesmo, o responsável acredita que os participantes do programa Acertar o Rumo “decidiram acertar o rumo na direção certa”.

Natural de São Jorge, nos Açores, Vitalino Azevedo é Engenheiro Civil de formação. Com 32 anos, o vencedor do Prémio revela que pretende continuar a investir na formação. O objetivo é melhorar competências “continuando a evoluir e, assim, poder estar preparado para desafios mais complexos”.

Participar no Programa Acertar o Rumo implicou, para Vitalino Azevedo, “foco e trabalho”. O vencedor do Prémio de Mérito BPI sublinha que “o esforço valeu a pena”: “tomei a decisão certa em concorrer ao programa”.

O Programa Acertar o Rumo foi lançado em 2013 e é uma organização conjunta entre a UC e a iTGROW, em parceria com o IEFP. O prémio pretende ser um incentivo aos alunos do programa, de forma a estimular a participação e a conquista de boas classificações e desempenho.

 

Texto de: Marta Costa e Karine Paniza

Redes Sociais

Deixar uma resposta

O seu endereço de email não será publicado. Campos obrigatórios marcados com *


*

« »

oo