Mimesis apresenta-se em três pilares para as artes performativas

Set 8, 2020

Foi apresentada a primeira edição do Ciclo de Teatro e Artes Performativas Mimesis, a decorrer de 15 de setembro a 3 de outubro.

PartilheShare on FacebookTweet about this on TwitterEmail this to someone

Conf. de Imprensa Ciclo Mimesis
Fotografia: © UC | Karine paniza

A pandemia global da COVID-19 “afetou fortemente a ativdade cultural que enfrentou e enfrenta grandes dificuldades”, afirmou o Vice-Reitor para a Cultura e Ciência Aberta, Delfim Leão, durante a apresentação aos jornalistas da programação do Ciclo de Teatro e Artes Performativas Mimesis. “Um tipo de arte, como é o caso, que vive do contato com as pessoas só ultrapassa [este desafio] com uma grande capacidade de se reinventar”, acrescentou o responsável. Assim, a primeira edição do Mimesis “procura mostrar de forma inequívoca a retoma às atividades”.

Com um total de 22 iniciativas, o Mimesis assenta em três pilares fundamentais: “a performance, a formação e a investigação”, realçou o Vice-Reitor. “Queríamos uma programação convergente, que desse uma oportunidade aos grupos de mostrarem o que fazem e de se mostrarem”.

Presentes na conferência de apresentação estiveram representantes dos grupos académicos TEUC, CITAC e do festival Linha de Fuga. Cada um apresentou que têm feito para se adaptarem à realidade atual e o que o público pode esperar dos espetáculos previstos.

O ciclo acontece de 15 de setembro a 3 de outubro. Mais informações sobre o Ciclo Mimesis aqui. Para conhecer a programação completa, veja Mimesis 2020 _programa.

 

Marta Costa

Redes Sociais

Os comentários estão fechados

« »