SESLA convida a fazer uma “Desviagem” literária no Basófias

Mar 12, 2019

O ponto de encontro é pelas 20h30 no Parque Manuel Braga, junto à entrada do Basófias, barco turístico do Mondego, na quinta-feira, 14 de março.

PartilheShare on FacebookTweet about this on TwitterShare on Google+Email this to someone

Desviagem literária SCUC MC2019
Fotografia: © UC | Marta Costa

Imagine uma experiência literária a bordo de um barco, nas águas do Mondego, onde há um confronto entre o espaço e a poesia para formarem uma viagem única, ou seria uma “Desviagem”? A proposta é da Secção de Escrita e Leitura da AAC (SESLA) e o objetivo é ter uma noite diferente durante a Semana Cultural da Universidade de Coimbra.

“A ideia de escolhermos um barco surgiu de uma conversa entre o pessoal da SESLA e escolhemos o Basófias porque o próprio tema da viagem remete ao elemento da água”, explica um dos organizadores, Daniel Fernandes. “Como nós tentamos sempre explorar a poesia conforme o espaço, achamos que o barco seria o melhor lugar possível para trazer essa ambientação de trânsito e viagem”, continua. Como o evento acontece à noite, “as pessoas que vão participar não vão conseguir visualizar o caminho que o barco vai percorrer. Então, a viagem tem a questão da partida sem uma necessidade imediata de retorno”, afirma o seccionista.

Na “Desviagem”, a Secção de Escrita e Leitura da AAC propõe “uma abordagem diferente, com uma maior abertura ao diálogo, propondo uma ação e reação por parte das pessoas que vão ao evento e podem participar mais ativamente com a opção do microfone aberto”, destaca o também seccionista da SESLA, Pedro Vaz.

Sobre os textos escolhidos pela SESLA para o evento, “inicialmente vão ter um formato de narrativa”. Depois da leitura inicial o microfone vai estar aberto para qualquer pessoa que queria participar e ler um texto à escolha, “trazendo assim a sua própria experiência”, salienta Daniel Fernandes.”Nós procurámos escolher textos que remetam ao tema da viagem de diversas formas. Desde viagens na própria palavra, numa questão mais metalinguística, como de uma maneira mais tradicional com o imaginário das navegações”, conclui. Que autores vão ser lidos, isso é uma surpresa para os participantes.

O evento tem lugar às 21 horas, no Basófias, com entrada no Parque Manuel Braga, e tem a entrada livre.

 

Conheça toda a programação da 21.ª Semana Cultural da Universidade de Coimbra aqui.

 

Marta Costa e Karine Paniza

Redes Sociais

Os comentários estão fechados

« »