Universidade de Coimbra apresenta novas propostas para ano cultural

Jul 22, 2019

A nova linha cultural foi apresentada numa sessão pública onde se anunciou o tema da próxima Semana Cultural da UC: "Ousadia(s)".

PartilheShare on FacebookTweet about this on TwitterShare on Google+Email this to someone

A Universidade de Coimbra (UC) acaba de apresentar uma nova estruturação para a sua oferta cultural. O conceito assenta em três níveis de atuação: o primeiro nível engloba iniciativas promovidas diretamente pela Reitoria da UC, como é o exemplo da Semana Cultural. O segundo nível contempla iniciativas articuladas entre a Reitoria e vários agentes da cidade, como acontece com o evento Sons da Cidade. Já o terceiro nível abarca iniciativas pontuais de particular relevância às quais a Reitoria se associa.

De entre esta nova linha orientadora uma das principais novidades prende-se com a reformulação da Semana Cultural da Universidade de Coimbra (SCUC), que vai decorrer de 1 a 15 de março de 2020, sob o tema “Ousadia(s)”. Ao contrário dos anos anteriores em que a semana se estendia no tempo, a proposta para a próxima edição passa por reduzir a duração temporal, recentrando-a à volta de eventos de claro recorte cultural e de significativa expressão artística. De acordo com o Vice-Reitor da UC para a Cultura e Ciência Aberta, Delfim Leão, pretende-se que “a semana cultural se aproxime do conceito de semana” e que se concentre em “três ou quatro eventos com mais recursos e que nos ajudem a dar um impulso maior”.

A par desta novidade surgem mais duas: um ciclo de teatro e artes performativas e um ciclo de música. O primeiro ciclo,  denominado “Mimesis”e que irá acontecer em meados de maio e junho de 2020, pretende agregar várias áreas, refletir sobre a atividade cultural e apostar na formação. Por sua vez, o ciclo de música, apelidado de “Orphika”, propõe, nos meses de novembro e dezembro deste ano, juntar uma oferta variada de música, de investigação e formação nesta área.

Delfim Leão defende que são “ciclos especializados” que ambicionam ser “uma referência” e destaca a importância da abertura das iniciativas aos agentes culturais da cidade.

Outra das novidades é o facto da promoção de eventos de cultura científica passar a estar cargo do Instituto de Investigação Interdisciplinar da Universidade de Coimbra (III – UC). Cláudia Cavadas, diretora do III-UC, adianta que se trata de “eventos colaborativos, alinhados nas áreas estratégicas da investigação e sustentabilidade”, a realizar em diferentes espaços da universidade e da cidade. A também Vice-Reitora da UC para a Investigação e 3.º Ciclo destaca que o objetivo é demonstrar, de forma multidisciplinar, “como é que a investigação pode beneficiar a sociedade”.

Alfredo Dias, Vice-Reitor para o Património, Edificado e Infraestruturas, realça a importância de “colocar em diálogo o património e a cultura”, realçando que a “relação simbiótica” entre estes dois pontos tem “vantagens significativas”. O atual Presidente da Direção da Associação RUAS termina deixando o convite para que se juntem às atividades e, assim, se construa a relação património – cultura.

 

 

As candidaturas à XXII Semana Cultural decorrem até 30 de setembro, através do formulário disponível aqui. As comunicações sobre os resultados das candidaturas e financiamentos atribuídos no âmbito da XXII Semana Cultural serão feitas até finais de outubro de 2019. No que respeita aos ciclos, as inscrições para o “Mimesis” vão estar disponíveis de 6 a 30 de janeiro de 2020; e para o “Orphika” (edição de 2020, uma vez que a edição de 2019 já se encontra alinhada) as candidaturas vão ter lugar entre 6 e 30 de junho de 2020.

Os prazos de candidatura dos eventos científicos, promovidos diretamente pelo Instituto de Investigação Interdisciplinar, vão ser entretanto anunciados pela Direção do III-UC.

 

F. Fernandes e Milene Santos

 

Redes Sociais

Os comentários estão fechados

« »