A Universidade de Coimbra celebra na próxima semana mais um importante marco no reforço dos laços com a República Popular da China e os Países de Língua Portuguesa, com a inauguração oficial da sua Academia Sino-Lusófona (ASL-UC). A conferência inaugural – que decorre terça-feira, dia 11, a partir das 15h30, no auditório do Colégio da Trindade – contará com a presença de Joaquim Chissano, antigo Presidente da República de Moçambique (1986-2005).

O evento, que também contará as intervenções do Diretor da Academia Sino-Lusófona, Rui de Figueiredo Marcos, e do Reitor da Universidade de Coimbra, Amílcar Falcão, antecede o descerramento da placo de inauguração da ASL-UC – igualmente com a presença do Embaixador da China em Portugal, Cai Run. “Esta inauguração oficial, com um programa muito interessante, insere-se num ano fausto para as relações sino-lusófonas, quando se celebra o 40.º do estabelecimento de relações diplomáticas entre Portugal e a República Popular da China. O seu convidado de honra, Joaquim Chissano, é um homem a todos os títulos notável e com uma ligação fortíssima à UC [é Doutor Honoris Causa da instituição desde 1999]”, refere Rui de Figueiredo Marcos.

Instituída em outubro de 2018, a Academia Sino-Lusófona tem a missão de desenvolver o conhecimento relevante para as relações entre a China, Portugal e os Países de Língua Portuguesa – especialmente na área jurídica, mas numa perspetiva interdisciplinar – e transferir esse conhecimento para as várias entidades interessadas no desenvolvimento e consolidação dessas relações. “A Academia Sino-Lusófona tem potencialidades ilimitadas. Através dela, a Universidade de Coimbra e a sua Faculdade de Direito farão uma ponte privilegiada entre a China e o mundo lusófono, com a formação dos seus quadros, sobretudo jurídicos”, enfatiza Rui de Figueiredo Marcos, destacando a “atividade inexcedível” do Vice-Reitor e subdiretor da ASL-UC João Nuno Calvão da Silva na promoção do organismo recém-criado, que já fixou protocolos com “as mais importantes instituições chinesas, como a Academia de Ciências Sociais da China (CASS)”.

 

 

A inauguração oficial da ASL-UC segue-se a outros marcos do reavivar da ligação secular entre a Universidade de Coimbra e a República Popular da China, visível no reforço das parcerias e eventos entre a UC e instituições académicas chinesas, na crescente presença de estudantes chineses em Coimbra, no aumento da mobilidade de estudantes da Universidade de Coimbra para instituições chinesas, no desenvolvimento de canais de divulgação da UC em língua chinesa e na criação do Instituto Confúcio (2016), do Centro de Estudos Chineses CASS da UC (2018) e do Centro de Estudos sobre a China e os Países de Língua Portuguesa BFSU-UC (2019, em parceria com a Beijing Foreign Studies University).

É de referir ainda que decorre, no dia 12, pelas 11h30, no Claustro do Colégio da Trindade, a inauguração da exposição “Uma Faixa, Uma Rota”, promovida pela Embaixada da China em Portugal. A cerimónia contará com as intervenções da Diretora do Instituto Confúcio da UC, Cristina Zhou, do Embaixador da República Popular da China, Cai Run, e do Reitor da Universidade de Coimbra, Amílcar Falcão.

 

Conf-Inaugural_ASL-UC

 

Texto: Rui Marques Simões

 

Vídeo: F. Fernandes e Milene Santos

Redes Sociais

Os comentários estão fechados

« »