Viagem por diferentes noites

Mar 23, 2016

Espetáctulo de dança sobre ao palco do TAGV a 24 de março, pelas 21h30.

PartilheShare on FacebookTweet about this on TwitterShare on Google+Email this to someone

Três bailarinos e um Dj na estrada da noite para o mais recente espetáculo da companhia Circolando. “Noite” une a dança, o teatro e a poesia para refletir sobre a luz e a escuridão nos subúrbios e subterrâneos das cidades até a exaustão.

O espetáculo foi inspirado inicialmente no poeta português Al Berto, pseudónimo de Alberto Raposo Pidwell Tavares, que encontrou na noite a sua escrita, e na sua obra que representa um período de escuridão na cidade. “Noite” não ficou somente pelo contexto do autor português e veio acompanhar a realidade atual. A crise dos refugiados, o governo e a sociedade também influenciaram a peça que encontrou na escuridão a revolta, a explosão e a exaustão, revelando-se não só uma análise da noite, mas também a busca pela luz.

Criado por André Braga, Cláudia Figueiredo, Paulo Mota e Ricardo Machado, o espetáculo de dança segue o ideal de projetos intimistas que vêm sido desenvolvidos pela companhia Circolando. A transdisciplinaridade também não é esquecida, mantendo o diálogo entre os vários campos de criação, que vai da dança e do teatro até as artes plásticas e a música.

O espetáculo no âmbito das comemorações da 18ª Semana Cultural da Universidade de Coimbra – O Livro | No princípio era o conhecimento, apresenta-se a 24 de março, no Teatro Académico Gil Vicente (TAGV), pelas 21h30. Mais informações aqui.

 

Reportagem de Ana Zayara, estudante de Jornalismo e Comunicação na Faculdade de Letras da Universidade de Coimbra.

Redes Sociais

Os comentários estão fechados

« »