O Centro de Estudos Sociais (CES) através do programa de doutoramento “Patrimónios de Influência Portuguesa” (III-CES) e a Reitoria da Universidade de Coimbra vão promover  uma série de iniciativas culturais por ocasião da celebração dos 40 anos de independência de Angola.

Logo no dia 11, na Casa das Caldeiras, vai ser exibido o documentário “Outras Frases”, pelas 15 horas. No mesmo local, às 18 horas, passa a longa-metragem “Alda e Maria” (http://www.tagv.pt/cinema/semana-de-angola/). As sessões vão ser seguidas de um debate com Jorge António e a diretora da Companhia de Dança Contemporânea de Angola, Ana Clara Guerra Marques.

No dia 13, o Café-Teatro do Teatro Académico de Gil Vicente (TAGV) recebe a apresentação do volume III da obra “Angola, o nascimento de uma Nação: o cinema da independência” (http://www.tagv.pt/forum-debate/angola-o-nascimento-de-uma-nacao/). Da autoria de Jorge António e Maria do Carmo Piçarra a obra corresponde ao terceiro volume de um vasto estudo sobre cinema angolano, a apresentação vai estar a cargo de Sérgio Dias Branco (FLUC) e acontece pelas 18h30.

Pelas 21h30 a Companhia de Dança Contemporânea de Angola sobe ao palco do TAGV com “Mpemba Nyi Mukundu”, um conto cultural do nordeste angolano onde as máscaras, os sona (desenhos na areia), as pinturas nas paredes, a música e as danças se atualizam pelo recurso a discursos corporais ou se prolongam através das linguagens do graffiti e do vídeo (http://www.tagv.pt/danca/companhia-de-danca-contemporanea-de-angola/). A companhia foi fundada em 1991, por Ana Clara Guerra Marques e é membro do Conselho Internacional da Dança da UNESCO. Realizou centenas de espetáculos em Angola e no estrangeiro e atuou em inúmeros países em todos os continentes.

Ainda inserido nas atividades está o lançamento do livro “Papéis da Prisão: apontamentos, diário, correspodência (1962-1971)” de José Luandino Vieira. A obra vais ser apresentada dia 24, pelas 18 horas, na Fundação Calouste Gulbenkian, em Lisboa. Em Coimbra a apresentação vai acontecer a 26, pelas 18 horas, na Almedina Estádio. O lançamento do livro vai acontecer a 10 de dezembro em Luanda, na União de Escritores Angolanos.

No âmbito das celebrações dos 40 anos das independências dos países africanos de língua oficial portuguesa vai ainda realizar-se no Intituto Universitário de Lisboa a conferência “Quarenta Anos de Independências”, entre 18 e 20 de novembro. A conferência internacional interdisciplinar é organizada pelo Instituto de História Contemporânea (IHC-FCSH/NOVA), o Centro de Estudos Internacionais (CEI-IUL), o Centro de Estudos Sociais (CES-Coimbra) e a Fundação Mário Soares. Mais informação aqui.

 

 

40 anos Angola_2015-2

Redes Sociais

Os comentários estão fechados

« »