O Colégio das Artes vai receber a apresentação do ensaio visual “A Cidade Invisível”, de Joana Ascensão, e a estreia da reportagem “Aspirações Urbanas”, criada com estudantes da Escola de Comunicação e Artes da Universidade Eduardo Mondlane (ECA-UEM).

O evento vai decorrer na sala de conferências do Colégio das Artes a 6 de abril das 18h00 às 21h00.

Os filmes foram produzidos no quadro do projeto de investigação “Urban Aspirations in Colonial/Poscolonial Mozambique”. Na primeira parte da sessão vai ser projetado “Catembe”, a longa-metragem censurada de Manuel Faria de Almeida filmada em 1964 e 1965. Após a projeção será realizado um debate com comentários de Walter Rossa (CCArq), Maria Paula Meneses (DECIDe), e José Maçãs de Carvalho (Colégio das Artes e DARQ). O debate conta com a moderação de Tiago Castela e António Olaio.

Esta é a primeira sessão do “Ciclo de Filmes sobre Colonialismos”, organizado pelos estudantes do programa de doutoramento em Pós-Colonialismos e Cidadania Global e pelo Núcleo de Estudantes de Sociologia (NES) da Associação Académica de Coimbra. Os filmes estão legendados em inglês.

A atividade é realizada no âmbito do programa de doutoramento em Arte Contemporânea (Colégio das Artes), do programa de doutoramento em Pós-Colonialismos e Cidadania Global, e do Núcleo de Estudos sobre Cidades, Cultura, e Arquitetura | CCArq. O projecto “Urban Aspirations” foi financiado pela Fundação para a Ciência e a Tecnologia (FCT) do Ministério da Educação e Ciência.

 

Mais informações na página do evento, aqui.

Redes Sociais

Os comentários estão fechados

« »