a carregar...

Associação Académica de Coimbra apresentou novos Estatutos

Mai 31 • Sem comentários em Associação Académica de Coimbra apresentou novos Estatutos

Documento está em vigor desde 27 de maio.

PartilheShare on Facebook0Tweet about this on Twitter0Share on Google+1Email this to someone

AAC Eric Jorge, Rita Andrade e Alexandre Amado 2017
Eric Jorge, Rita Andrade e Alexandre Amado apresentaram os novos Estatutos da Associação Académica de Coimbra.
Fotografia: © UC | Marta Costa

Dois anos após a eleição – um ano a mais que o previsto – a Assembleia de Revisão dos Estatutos (ARE) apresentou o documento oficial, já em vigor, dos novos Estatutos da Associação Académica de Coimbra (AAC). Com apenas três votos contra, o documento, que tinha 40 páginas e agora conta com 111, mostra uma revisão “de fundo e muito aprofundada”, adianta a presidente da ARE, Rita Andrade.

é o melhor documento [dos Estatutos] que a Académica já viu

Um documento “mais completo, mais sólido” e que vai permitir “um trabalho mais assertivo”. É assim que o presidente do Conselho Fiscal da AAC, Eric Jorge, define os novos Estatutos da Académica. Uma das maiores alterações realizadas na revisão foi na estrutura do órgão de fiscalização da AAC. Desde o “método de eleição” às “reformas dentro do funcionamento do próprio órgão”, Eric Jorge sublinhou que os novos Estatutos da AAC não só levam a uma “maior transparência” como vão “permitir realizar um trabalho ainda melhor” no futuro.

Também o presidente da Direção-geral da AAC (DG/AAC), Alexandre Amado, destacou a “transparência e coesão” como as palavras chave dos novos Estatutos. De acordo com o dirigente estudantil, o documento que entrou em vigor à meia-noite de 27 de maio vai “unir a casa mais intensamente”. “Estatutariamente, ficou clara a forma como todos os órgãos se relacionam”, explica Alexandre Amado. O presidente da DG/AAC afirma ainda que “é o melhor documento [dos Estatutos] que a Académica já viu”, visto que traz “mais clareza e mais transparência aos procedimentos internos da AAC e faz alterações importantes”.

Quanto a alterações, e apesar de referir que “praticamente todos os pontos foram alterados na sua forma”, Alexandre Amado destaca também as mudanças no Conselho Fiscal. O estudante acrescenta ainda as reformas realizadas nos conselhos da AAC (nas áreas da cultura, desporto e núcleos de estudantes) enquanto estruturas intermédias.

Pode aceder aos novos Estatutos da Associação Académica de Coimbra aqui.

 

Texto: Marta Costa

Redes Sociais

Deixar uma resposta

O seu endereço de email não será publicado. Campos obrigatórios marcados com *


*

« »

oo