Cantar de Estudante promete festival “recheado de muita música”

Nov 14, 2018

Entre 16 e 18 de novembro, o festival da Tuna de Medicina da Universidade de Coimbra regressa para a 10.ª edição.

PartilheShare on FacebookTweet about this on TwitterShare on Google+Email this to someone

cantar de estudante
Fotografia: © DR

Voltar a casa e trazer “as melhores das melhores”. Estas são as principais ideias da décima edição do festival de tunas Cantar de Estudante. Organizado pela Tuna de Medicina da Universidade de Coimbra (TMUC), o festival acontece já entre 16 e 18 de novembro.

A sexta-feira, 16, “vai ser reservada para a noite de serenatas”, conta o presidente da TMUC, Tiago Antunes. Para essa parte do espetáculo, a organização decidiu “voltar a casa”. “Como é a décima edição, vamos fazê-la no polo 1, no hall de entrada da faculdade”, revela Tiago Antunes. A noite de serenatas, com início marcado para as 21 horas, vai ter um palco “iluminado de maneira a tornar o ambiente mais acolhedor”, explica ainda o responsável.

Quanto à noite do festival, no sábado, 17, o presidente da TMUC conta que o palco vai ser, como habitualmente o Teatro Académico de Gil Vicente (TAGV). O estudante sublinha a “responsabilidade” após nove edições esgotadas. “Esperamos esgotar e encher ainda mais rápido que nos anos anteriores”.

São quatro as tunas a concurso no sábado e são “as que venceram mais festivais no passado”: a Estudantina Universitária de Lisboa, a Inoportuna, de Viana do Castelo, a Tuna de Medicina do Porto e a Tuna de Engenharia da Universidade do Porto. De acordo com o presidente da TMUC, as tunas a concurso são praticamente “uma de cada ponto do país, o que nos permite ter uma representação dos diferentes estilos e músicas do panorama nacional”.

Quanto à TMUC, Tiago Antunes revela que “vão percorrer os dez anos de festival” em palco. “Há uma música por cada momento da tuna” e vão ainda “estrear originais”, desvenda o responsável. Vai ser um festival “recheado de muita música”, garante.

tunamedicina

Marta Costa

Redes Sociais

Os comentários estão fechados

« »