Cimeira Mundial da Saúde acontece em Coimbra

Abr 19, 2018

Nos dias 19 e 20 de abril o Convento São Francisco acolhe o World Health Summit (WHS) Regional Meeting. Mais de 20 workshops e quatro Sessões Plenárias vão colocar em debate temas de Saúde Global.

PartilheShare on FacebookTweet about this on TwitterShare on Google+Email this to someone

WHS2

Durante os dias 19 e 20 de abril Coimbra será palco da World Health Summit (WHS) Regional Meeting, o sexto encontro regional anual da WHS. O Convento São Francisco, vai acolher mais de 20 workshops e quatro Sessões Plenárias que através de especialistas, investigadores, académicos, decisores políticos e outros atores de relevo do setor, colocam em debate temas de Saúde Global relacionados com a gestão de doenças infeciosas e a Governação para a equidade na saúde nos países de baixa e média renda, as oportunidades e desafios na transição da inovação para os cuidados de saúde e a educação Biomédica num mundo em mudança.

A Cimeira conta com a participação especial, entre outros, de Marcelo Rebelo de Sousa, Presidente da República; António Costa, Primeiro-Ministro; Isabel de La Mata, Conselheira Principal para a Saúde e Gestão de Crise na Comissão Europeia e Detlev Ganten, Presidente da World Health Summit. Renata Gomes, Diretora de Investigação e Inovação na secção de veteranos do exército do Reino Unido, Luís Almeida Sampaio, Embaixador de Portugal na NATO, Graça Freitas, Diretora Geral de Saúde, Christoph Benn, do Fundo Global de Combate ao HIV, Tuberculose e Malária e Mónica Ferro, Diretora do Fundo de População das Nações Unidas (Genebra) entre outros, são algumas das presenças confirmadas.

As sessões plenárias contam com a participação de oradores do Fundo de População das Nações Unidas, da Organização Mundial de Saúde, da Fundação Bill & Melinda Gates e de Ministros da Saúde da CPLP – Comunidade dos Países de Língua Portuguesa.

O encontro vai contar com cerca de 600 participantes e 120 oradores de mais de 40 países. Para João Gabriel Silva, Reitor da Universidade de Coimbra, “este evento irá além de apenas propor soluções para uma abordagem mais integradora e inclusiva. Nele, convidados especiais, palestrantes, especialistas, participantes, comunicadores sociais e figuras da sociedade civil trabalharão juntos para identificar respostas sustentáveis ​​que também sejam amplamente executáveis. A história mostra que somos capazes de encontrar novos caminhos, unir pessoas, ideias e desenvolver novas alternativas”.

Para Amílcar Falcão, Vice-Reitor da Universidade de Coimbra, o encontro representa “uma oportunidade única para Coimbra”, onde irá ser possível ter uma discussão aberta e global sobre saúde. Ao mesmo tempo, acrescenta ainda, é “muito importante para aquilo que se vai passar nos anos seguintes”, uma vez que é nestas cimeiras regionais que se prepara a cimeira anual.

 

 

O evento vai focar-se na Saúde Global dos Países Africanos. Como explica Fernando Regateiro, Presidente do Conselho de Administração do CHUC, “a forte representação por parte das nações pertencentes à Comunidade dos Países de Língua Portuguesa (CPLP) explica-se pelos laços estreitos que ligam Coimbra a cada um deles. Nesta Reunião Regional da Cimeira Mundial de Saúde, pretendemos promover o desenvolvimento conjunto de novas abordagens e estabelecer colaborações frutíferas tanto com os nossos parceiros da CPLP como com os nossos parceiros internacionais”.

Coimbra tem-se posicionado como o centro de criação e disseminação de conhecimento sobre saúde para o mundo

Coimbra possui um ecossistema único que concentra recursos, competência profissional, infraestruturas e serviços de qualidade na prestação de cuidados de saúde. Tem vindo a tornar-se numa referência incontornável no panorama do Ensino Superior e da Investigação e Desenvolvimento, quer pela qualidade reconhecida do ensino ministrado, quer pelos avanços que tem permitido à investigação pura e aplicada, em diversas áreas científicas e tecnológicas, nomeadamente na área da saúde. A translação do conhecimento para soluções inovadoras na área da saúde está também presente nas incubadoras de empresas que promovem o empreendedorismo, como o IPN e o Biocant. Para o Reitor da Universidade de Coimbra “o desafio para Coimbra é dar continuidade a um contributo significativo para a conceção de mecanismos eficazes que aumentem a prestação de serviços de saúde de alta qualidade em regiões do mundo onde estas são inadequadas ou inexistentes. Coimbra tem-se posicionado como o centro de criação e disseminação de conhecimento sobre saúde para o mundo, razão pela qual foi eleita a cidade que em 2018 acolhe e organiza esta Cimeira de projeção mundial”.

 

Sobre a World Health Summit e a World Health Summit Regional Meeting
A World Health Summit é uma conferência internacional dedicada à área da saúde Global. Acontece anualmente em Berlim, em outubro, sendo organizada em colaboração com academias nacionais de ciência de 97 países. A WHS é apoiada pela “M8 Alliance of Academic Health Centers, Universities and National Academies” e conta com o alto patrocínio da chanceler alemã, Ângela Merkel, do Presidente francês, Emmanuel Macron e do presidente da Comissão Europeia, Jean-Claude Junker.
Complementarmente à WHS, realiza-se anualmente, desde 2013, a World Health Summit Regional Meeting. As edições anteriores aconteceram em Singapura, São Paulo, Quioto, Genebra e Montreal. Em 2018, a sexta edição da World Health Summit Regional Meeting, decorre em Coimbra, de 19 a 20 de abril, sob organização do Coimbra Health, o consórcio entre a Universidade de Coimbra (UC) e o Centro Hospitalar e Universitário de Coimbra (CHUC).
Sobre a M8 Alliance of Academic Health Centers, Universities and National Academies
A “M8 Alliance of Academic Health Centres, Universities and National Academies”, considerada a G8 da Saúde, é uma rede constituída por 25 membros internacionais na área da saúde, incluindo centros de investigação, instituições académicas e universidades. Com presença em 18 países, funciona como um think-tank da World Health Summit, contribuindo com temáticas e conhecimento científico para a realização desta conferência internacional. O seu objetivo é encontrar soluções para os desafios de saúde globais, incluindo a prevenção de doenças e a adaptação de soluções de saúde a realidades em mutação, relacionadas com áreas como a demografia, a urbanização e o ambiente.
Sobre o consórcio Coimbra Health
O Coimbra Health – Centro Académico e Clínico de Coimbra é um consórcio entre a Universidade de Coimbra e o Centro Hospitalar e Universitário de Coimbra que representa Portugal na WHS|M8Alliance.

 

 

Mais informações disponíveis em www.worldhealthsummit.org/regional-meeting.html

Redes Sociais

Os comentários estão fechados

« »