Consórcio Inov C 2020 apresentado

Jul 11, 2018

Durante a sessão foram lançados os 26 projetos promovidos pelo consórcio INOV C 2020.

PartilheShare on FacebookTweet about this on TwitterShare on Google+Email this to someone

INOV C apresentaçao PA2018
Fotografia: © UC | Paulo Amaral

“O INOV C é uma rede de investigação, de inovação, de empreendedorismo. É um projeto único que temos no centro”. É assim que a presidente da Comissão de Coordenação e Desenvolvimento Regional do Centro (CCDRC), Ana Abrunhosa, define o INOV C 2020, apresentado hoje, 11 de julho. A sessão contou ainda com o lançamento dos 26 projetos inovadores promovidos pelo consórcio.

Após uma primeira fase em que foi feito um esforço para construir as insfraestruturas, agora o consórcio está concentrado em “encher os edifícios, a mobilizar as pessoas e a criar dinâmicas”, afirma o vice-reitor da Universidade de Coimbra, Amílcar Falcão. A missão, continua o responsável, é de “consolidar um ecossistema de inovação, aberto e inclusivo”. De acordo com o vice-reitor da UC, “procuramos mais a rede e a colaboração entre parceiros de rede”.

Assinatura de 26 projetos InovC

Para Amílcar Falcão, a aposta passa por incorporar “uma oferta completa de recursos, infraestruturas e dinâmicas” que sejam “orientadas para as necessidades específicas de cada projeto inovador e empreendedor”. Com cerca de 500 parceiros complementares, o vice-reitor acredita que “todos estão alinhados” para os objetivos do consórcio.

Quanto a dados, desde a criação do INOV C, foram criadas 38 empresas, 17 empresas de base tecnológia (spin-off) e submetidos 53 patentes ou pedidos de patente (valores de desempenho do consórcio relativos a médias anuais). Amílcar Falcão, considera que “os resultados são muito bons e animadores”. “Procuramos sempre melhorar e vamos melhorar de certeza”, afirma o responsável.

O INOV C 2020 é um projeto cofinanciado pelo Centro 2020, através do Fundo Europeu de Desenvolvimento Regional (FEDER), com um prazo de execução compreendido entre 18/04/2017 e 17/04/2019. Os parceiros executarão um investimento total de 1.640.764,99€, sendo o montante de 1.394.650,24€ financiado pelo FEDER.

 

O consórcio INOV C 2020 desafiou a comunidade académica e as forças vivas da região a apresentarem propostas para a criação de novos produtos e serviços resultantes de atividades de I&D e para o desenvolvimento de novas iniciativas de estímulo ao empreendedorismo e inovação. Através de três mecanismos, Bolsas de Ignição, Provas de Conceito e Rede de Apoio ao Empreendedorismo e Inovação, foram selecionados 26 projetos.
O sistema de Bolsas de Ignição, no qual foram selecionados 15 projetos, visa estimular a transformação de ideias embrionárias em potenciais invenções viáveis com base em resultados de I&D em curso. As bolsas a atribuir procuram assim incentivar os investigadores da comunidade do ensino superior que desenvolveram projetos de I&D a explorarem, numa fase preliminar, o seu potencial comercial, recorrendo para tal a um orçamento com um valor máximo de 8.500 euros.
O sistema de Provas de Conceito, no qual foram selecionados dois projetos, visa estimular a valorização de resultados de I&D que possam ser alvo de um licenciamento ou da constituição de uma spin-off de base tecnológica num prazo de 1 a 2 anos. Os docentes e investigadores encontram no fundo de Prova de Conceito até 42.500.00 euros para testarem e validarem os seus conceitos teóricos e/ou criarem um protótipo, que lhes permita atingir os níveis 4 ou 5 na escala “Technology Readiness Levels”.
A Rede de Apoio ao Empreendedorismo e Inovação, no qual foram selecionados nove projetos, visa criar um estímulo acrescido à implementação, a nível regional e local, de iniciativas que visem sensibilizar a sociedade para as temáticas atinentes ao empreendedorismo e inovação. Pretende-se essencialmente colocar à disposição dos agentes locais e regionais, o conhecimento existente no seio do consórcio INOV C, através da cooperação com pelo menos um parceiro nuclear que julguem ser prioritário para os projetos nos domínios citados.

 

Marta Costa

Redes Sociais

Os comentários estão fechados

« »