a carregar...

Carlos Moura Martins, docente do Departamento de Arquitetura (DARQ) da Faculdade de Ciências e Tecnologia da Universidade de Coimbra (FCTUC), venceu a primeira edição do Prémio internacional “Pina Manique – do Iluminismo à Revolução Liberal” da Academia Portuguesa da História.

O prémio, que passará a ser anual, distinguiu, nesta primeira edição, teses de doutoramento e de mestrado defendidas entre 2012 e 2016, em todas as áreas do saber, referentes ao período cronológico em causa.

A tese de doutoramento agora distinguida, intitulada “O Programa de Obras Públicas para o Território de Portugal Continental, 1789-1809. Intenção Política e Razão Técnica – o Porto do Douro e a Cidade do Porto”, foi orientada pelos professores Mário Krüger e Alexandre Alves Costa, tendo sido defendida na Universidade de Coimbra em 2014.

O prémio será entregue a 11 de outubro, pelas 15 horas, na Academia Portuguesa da História, em Lisboa.

Na categoria de teses de mestrado, a arquiteta Cátia Marques recebeu uma menção honrosa com a tese “A Vila iluminista de Manique do Intendente: um outro olhar”, orientada pelo professor Rui Lobo, defendida no DARQ-FCTUC em 2013.

 

Carlos Martins

Carlos Martins é docente do Departamento de Arquitetura da Faculdade de Ciências e Tecnologia da Universidade de Coimbra

Redes Sociais

Deixar uma resposta

O seu endereço de email não será publicado. Campos obrigatórios marcados com *


*

« »

oo