Estudante da Faculdade de Direito representa UC em conferência da M8 Alliance

Jun 7, 2019

PartilheShare on FacebookTweet about this on TwitterShare on Google+Email this to someone

KP2019
Eduardo Figueiredo e Amílcar Falcão, Reitor da Universidade de Coimbra.
Fotografia: © UC | Karine Paniza
O investigador do Centro de Direito Biomédico e monitor da Faculdade de Direito da Universidade de Coimbra (FDUC), Eduardo Figueiredo, representou a UC no primeiro evento exclusivamente dirigido a estudantes realizado no âmbito do World Health Summit Regional Meeting (WHS-RM) da M8 Alliance of Academic Health Centers, Universities and National Academies.
Com organização da Tehran University of Medical Sciences, a sétima edição do  WHS-RM aconteceu entre 28 e 30 de abril na ilha de Kish, no Irão, tendo como um dos objetivos a criação de uma “plataforma de empoderamento dos futuros líderes em saúde global” (“M8 Alliance Students’ Network”).

O encontro regional foi precedido por um evento destinado a estudantes, em representação de algumas das instituições académicas que compõem a M8 Alliance. Eduardo Figueiredo participou na iniciativa que debateu o conteúdo de um manual que se destina “a definir linhas orientadoras para a organização dos futuros eventos dirigidos a estudantes”, explica o estudante da FDUC. Durante o encontro foi também iniciada “a discussão em torno da formulação de uma constituição fundadora da «M8-Alliance Students’ Network»”, acrescenta.

“O nosso grande contributo foi termos realçado que a saúde global só pode ser pensada a partir de uma abordagem interdisciplinar”, recorda Eduardo Figueiredo sobre a participação no encontro. De acordo com o estudante, “é necessário criarmos espaço em eventos como este para a participação de académicos, profissionais e estudantes provenientes das mais variadas áreas do saber”. Como único estudante com formação fora do campo das ciências da saúde, Eduardo Figueiredo sublinha que “também o direito, a economia, a sociologia, entre tantas outras ciências, devem ser chamadas a dar os seus contributos e, assim, abrir portas a soluções holísticas, mais adequadas e eficazes”.

A M8 Alliance of Academic Health Centers, Universities and National Academies é “uma rede única de 25 instituições académicas pioneiras que atua como um grupo de reflexão (think-tank) para a WHS”, conta Eduardo Figueiredo. O estudante refere ainda que a rede está “comprometida em melhorar a saúde global e colaborar de forma próxima com um conjunto de decisores da arena política e económica, no sentido de desenvolver soluções (de base científica) para os desafios sanitários à escala planetária”.

O próximo encontro com estudantes está previsto acontecer durante a oitava edição da World Health Summit Regional Meeting, em 2020, com organização da Makarere University do Uganda.

 

DCom

Redes Sociais

Os comentários estão fechados

« »