a carregar...

Exposição do Jardim Botânico da Universidade de Coimbra é finalista em prémio internacional

Abr 13, 2018

O projeto FOTOSSÍNTESE é um dos três finalistas dos UMAC Awards 2018.

PartilheShare on Facebook0Tweet about this on Twitter0Share on Google+0Email this to someone

Fotossíntese botânico MC2017
Fotografia: © UC | Marta Costa

O projeto FOTOSSÍNTESE – o Jardim por quem nos visita é um dos três finalistas dos UMAC Awards 2018, um prémio internacional que celebra a dedicação, criatividade e o impacto dos museus universitários e das suas coleções nas instituições que os albergam e na comunidade e na sociedade em geral.

O UMAC é o comité internacional para as coleções e museus universitários e faz parte do Conselho Internacional de Museus (ICOM), a maior organização internacional de museus e profissionais de museus dedicada à preservação e divulgação do património natural e cultural mundial, do presente e do futuro, tangível e intangível.

O projeto FOTOSSÍNTESE recolheu imagens captadas no Jardim Botânico da Universidade de Coimbra pelos seus visitantes, casualmente ou em ocasiões especiais, cruzando essas memórias pessoais com as mutações das plantas e dos espaços, ao longo das décadas.

O resultado foi uma exposição que esteve patente, entre junho e outubro de 2017, ao longo da Alameda Júlio Henriques, inserida no espaço natural do Jardim. Foi visitada por mais de dez mil pessoas.

Os outros dois nomeados para os UMAC Awards são a Universidade Livre de Bruxelas (Bélgica) e a Universidade de Perm, na Rússia. O vencedor vai ser anunciado durante a Assembleia Geral do UMAC, a decorrer de 21 a 24 de Junho.

Mais informação disponível aqui.

Recorde ainda o projeto FOTOSSÍNTESE:

Cristina Pinto

Redes Sociais

Os comentários estão fechados

« »