FMUC vai receber conferência sobre dispositivos médicos em pesquisa cerebral

Ago 30, 2016

As inscrições para o simpósio a decorrer a 24 de outubro estão abertas e podem realizar-se no site.

PartilheShare on FacebookTweet about this on TwitterShare on Google+Email this to someone

simpósio cérebro IBILI
Fotografia: © DR

Dispositivos médicos e neurociências é o tema do simpósio “Medical devices in brain research: from design to clinical application” que vai ter lugar nos Hospitais da Universidade de Coimbra (HUC). O evento, organizado pelo Instituto Biomédico de Investigação de Luz e Imagem (IBILI) da Faculdade de Medicina da Universidade de Coimbra (FMUC) em parceria com o Projeto BrainTrain, vai realizar-se a 24 de outubro. As inscrições estão abertas até 17 de outubro e podem ser feitas aqui.

O simpósio pretende abordar características de vários dispositivos médicos destinados às neurociências. O objetivo é apresentar os avanços recentes em “neurofeedback”, uma espécie de terapia para modificar a atividade das ondas cerebrais,  e “functional neuroimaging”, uma tecnologia que permite entender a relação entre a atividade em certas áreas do cérebro e funções mentais. A conferência procura ser uma ponte entre os participantes e o público para estabelecer novas colaborações. Procura ainda ser um ponto de encontro entre especialistas em medicina de várias partes do mundo.

O evento vai desenvolver-se em quatro sessões. A primeira, “Neurofeedback: from functional neuroimaging to clinical practice”, vai ter a participação de especialistas em “neurofeedback” do projeto BrainTrain. A segunda sessão vai falar sobre “Clinical applications of brain computer interfaces”, enquanto a terceira vai contar com peritos em dispositivos médicos de intervenção para tratar do tema “Medical devices, regulatory aspects and health economics”. Finalmente, durante a quarta sessão, subordinada ao tema “Clinical trials using imaging and neurophysiology”, vão apresentar-se profissionais especializados em ensaios clínicos.

IBILI, uma das instituições organizadoras, é um centro da FMUC destinado a investigações em ciências da saúde com uma abordagem que permite a interação entre as áreas de medicina, biologia e engenharia, tendo como destaque pesquisas em ciências da visão. Já o Projeto Braintrain trabalha com o “neurofeedback” para uso clínico, com a combinação entre eletroencefalografia, exame auxiliar de diagnóstico que avalia a actividade eléctrica cerebral, e o desenvolvimento de procedimentos para o mapeamento de redes cerebrais.

“Medical devices in brain research: from design to clinical application” realiza-se a 24 de outubro, no Auditório Central do Centro Hospitalar e Universitário de Coimbra. Para mais informações sobre o simpósio consulte o site.

 

Reportagem de Ana Zayara, estudante de Jornalismo e Comunicação na Faculdade de Letras da Universidade de Coimbra.

Redes Sociais

Os comentários estão fechados

« »