Encenador premiado, Guillhermo Heras, orienta oficina de escrita em Coimbra

Dez 2, 2015

Iniciativa marca o encerramento da extensão da Mostra Espanha 2015 ao TAGV

PartilheShare on FacebookTweet about this on TwitterShare on Google+Email this to someone

12_info_textoyreperesent_07_122015_v1
Fotografia: © DR

A extensão da Mostra Espanha 2015 ao Teatro Académico de Gil Vicente (TAGV) encerra com a oficina de escrita “Texto y Representación en el Teatro Actual Iberoamericano” sobre as dramaturgias ibero-americanas atuais em Coimbra, uma iniciativa para abrir e consolidar pontes de comunicação e integração cénica entre os dois países ibéricos. A Oficina é orientada por Guillermo Heras, entre os dias 7 e 9 de dezembro, na Casa das Caldeiras.

A Oficina desenvolve-se entre duas vertentes: uma de reflexão teórica sobre as dramaturgias ibero-americanas atuais em Coimbra, e a outra, em Viana do Castelo, de integração de linguagens artísticas transversais, através da palavra e das peças experimentais de Lorca. A oficina, que decorre ainda em Viana do Castelo, é uma organização conjunta entre o TAGV e o Teatro do Noroeste – Centro Dramático de Viana.

Guillhermo Heras, encenador premiado de espetáculos de teatro e ópera, gestor cultural, ensaísta, dramaturgo e pedagogo. Licenciado em Interpretação pela Real Escola Superior de Arte Dramática e Dança, realizou estudos de Jornalismo e Imagem na Faculdade de Ciências da Informação da Universidad Complutense de Madrid.

Ator e Diretor do Grupo Tábano (1974 – 1983) e Diretor do Centro Nacional de Novas Tendências Cénicas (1984 – 1993). Desde 1993 é Diretor da Mostra de Teatro Espanhol de Autores Contemporâneos em Alicante (Espanha) e, desde 2006, exerce o cargo de Diretor Executivo do Programa IBERESCENA, fundo ibero-americano para o fomento, intercâmbio e integração da atividade das artes cénicas ibero-americanas.

Conjugou estas atividades com mais de cinquenta participações em espetáculos profissionais como ator e dramaturgo. Trabalhou textos de Koltés, Pasolini, Nieva, Del Amo, Lorca, Shakespeare, Berkoff, Belbel, Mayorga, Ares, Rodrigo García, Sirera, Brecht, J. R. Fernández, Magua, Moreira da Silva, Bergamín, Sarah Kane, Durringer, Calderón. Diretor e editor das coleções teatrais “Nuevo Teatro Español”, “Nueva Escena”, “Teatro Español Contemporáneo” e “Teatro Americano Actual”. Autor de diversos livros teóricos e várias obras dramáticas. Foi membro fundador do Teatro del Astillero.

Recebeu o Prémio Nacional de Teatro em 1994 e o Prémio Lorca de Teatro em 1997. Dirigiu em Viana do Castelo “Cartas de Amor a Stalin” de Juan Mayorga, autor com que tem trabalhado regularmente nomeadamente na América do Sul.

Com uma duração de quatro horas diárias, a oficina de escrita terá um preçário de 15€ e está limitada a 40 participantes. Para informações e inscrições, contactar producao@tagv.uc.pt

O TAGV acolhe a edição 2015 da Mostra Espanha. Esta é a 4.ª edição do evento bienal que traz a cultura espanhola a 13 cidades portuguesas, de norte a sul de Portugal: Lisboa, Porto, Coimbra, Almada, Évora, Cascais, Palmela, Braga, Beja, Valença, Viana do Castelo, Faro e Óbidos.

Redes Sociais

Os comentários estão fechados

« »