Oh! As Casas em Documentário

Mar 29, 2018

A 8.ª edição curso de Cinemalogia dedica-se ao cinema documental

PartilheShare on FacebookTweet about this on TwitterShare on Google+Email this to someone

Entre 26 e 29 de março o curso de cinema Cinemalogia promoveu o módulo de realização documental com a orientação do realizador Pedro Magano. 

O Cinemalogia tem uma estrutura  modular e “reúne a cada edição um grupo heterogéneo de formandos, com percursos académicos diversos e provenientes de vários pontos do país, que se reúne a profissionais da área do cinema na concretização de um filme”, explica a organização.

“Quer olhemos para o aspecto pedagógico como de produção do documentário”, a formação pretende abordar, nos vários módulos, vários aspectos do cinema documental. “O documentário vive do tratamento artístico do real e esta foi a abordagem tomada pelo grupo que foi criando e aprendendo a criar artisticamente as imagens e os sons da cidade”, destaca a organização.

Olhar as casas como “um dis­po­si­tivo tran­si­tó­rio pro­du­tor de memó­rias e mode­la­dor de pes­soas” fez com que o grupo encontrasse “uma linha narrativa”. Para a organização “Coimbra revelou-se uma cidade de passagem neste processo”  onde ” todos contribuem para a formulação das suas identidades cruzando-se o novo e o velho de múltiplas formas.”

O rea­li­za­dor e dire­tor de foto­gra­fia Pedro Magano estu­dou Tec­no­lo­gias da Comu­ni­ca­ção Audi­o­vi­sual no Porto, na Escola Supe­rior de Música, Artes e Espe­tá­culo. Reco­nhe­cido por fil­mes como “O Vício da Liber­dade” (2011), “Manuel Antó­nio Pina – Um sítio onde pou­sar a cabeça” (2012), “Irmãos” (2015) ou “A um mar de dis­tân­cia” (2016), fil­mes esses que pas­sa­ram pela com­pe­ti­ção dos Cami­nhos do Cinema Por­tu­guês ganhando neste festival vários pré­mios.

 

Karine Paniza e Marta Costa

Redes Sociais

Os comentários estão fechados

« »