a carregar...

Prémio Jacques Delors 2017 atribuído a investigadora do CEIS20

Dez 14, 2017

O Prémio tem como objetivo incentivar o aparecimento de obras inéditas sobre a União Europeia, em língua portuguesa.

PartilheShare on Facebook0Tweet about this on Twitter0Share on Google+0Email this to someone

centrojacquesdelors

Dina Sofia das Neves Sebastião, investigadora integrada do Centro de Estudos Interdisciplinares do Século XX – CEIS20, é a vencedora do Prémio Jacques Delors – Melhor Estudo Académico de Temas Comunitários, graças à sua obra “Mário Soares e a Europa: pensamento e ação”.

Para além de ver a obra editada, a premiada vai receber uma compensação pecuniária no valor de 4000 euros.

O  Júri do Prémio Jacques Delors atribuiu ainda duas menções honrosas às obras “A Europeização das políticas de emprego em Portugal”, de Carla Valadas e Góis, e “A Proteção dos Direitos Fundamentais pelo Direito da União Europeia : da Carta aos Estados, o enigma da Esfinge”, de Sophie Perez Fernandes.

O Prémio Jacques Delors foi instituído pelo Centro de Informação Europeia Jacques Delors, em 1996, e tem como objetivo incentivar o aparecimento de obras inéditas sobre a União Europeia, em língua portuguesa. Dá-se privilégio a obras sobre temas atuais e inovadores da realidade Europeia, considerando-se incluído neste conceito, entre outras, dissertações de mestrado e teses de doutoramento ainda não publicadas.

O prémio é atribuído por um júri constituído por personalidades nacionais de reconhecido prestígio e mérito científico e conta com o patrocínio do Banco de Portugal.

As candidaturas à edição 2018 do Prémio já estão abertas e decorrem até 15 de março de 2018.

 

Mais informações aqui.

 

Milene Santos

Redes Sociais

Os comentários estão fechados

« »