(Re)Lembrar Santa Comba

Jul 17, 2015

PartilheShare on FacebookTweet about this on TwitterShare on Google+Email this to someone

CapelaSantaComba_2015
A Capela de Santa Comba localiza-se entre a FFUC e a Residência Universitária do Pólo 3
Fotografia: © DR

A Capela de Santa Comba, situada no Pólo das Ciências da Saúde da Universidade de Coimbra (Pólo III/UC) vai receber a iniciativa (Re)Lembrar Santa Comba’2015. Marcada para segunda-feira, 20 de junho, a partir das 18 horas.

Era a 20 de julho que se comemorava a festa da Virgem e Mártir e, durante séculos, foram muitos os romeiros de Coimbra e arredores que se juntavam na capela. “O culto e a romaria a Santa Comba existêm há vários séculos”, conta Sónia Filipe. A arqueóloga da Reitoria da UC explica que, “quando a universidade adquiriu os terrenos onde hoje está o Pólo das Ciências da Saúde, ficou com a pertença da capela”. O ano passado surgiu a ideia de “relembrar a presença desta mártir de Coimbra e reativar este principio da romaria”, afirma a responsável.

relembrar a presença desta mártir de Coimbra e reativar este principio da romaria

Em 2015, o evento marca a segunda edição com “uma cerimónia de invocação a Santa Combra proferida pelo Padre Paulo, Capelão da UC”, revela Sónia Filipe. Depois, segue-se uma conversa proferida pela arqueóloga que pretende mostrar “quem é Santa Comba, o que é a capela ermitério de Santa Comba e qual foi a transformação que o espaço sofreu desde que foi integrado nos terrenos da universidade”.

A capela não está permanentemente aberta ao público durante o ano mas, durante a iniciativa, vai ser possível visitar o espaço e ver algumas das suas particularidades, como por exemplo a cripta. Sónia Filipe conta que esta é “uma das poucas capelas de Coimbra com cripta visitável”.

O evento tem entrada livre. O ponto de encontro está marcado para as 18 horas, junto ao adro da capela de Santa Comba, no Pólo III.

Redes Sociais

Um comentário a (Re)Lembrar Santa Comba

  1. Ana diz:

    Gostaria muito de visitar esta capela, mas, nesta altura do ano, tal como a maioria dos estudantes, não me encontro em Coimbra! Será possível repetir o evento durante o ano lectivo?

« »