a carregar...

A Universidade de Lúrio, em Moçambique, e a Universidade de Coimbra (UC) promovem a ação de cooperação “Oficinas de Muhipiti: planeamento estratégico, património, desenvolvimento”.

O evento decorre na Ilha de Moçambique, de 19 a 28 de julho e pretende discutir e encontrar formas de otimizar o impacto da instalação de um polo da Universidade de Lúrio na Ilha de Moçambique (designada em macua por Muhipiti) e estabelecer laços de cooperação com a Faculdade de Arquitetura e Planeamento Físico nas áreas do planeamento e do património.

A ação tem origem num desafio lançado pela Universidade de Lúrio aos coordenadores do projeto e curso de doutoramento Patrimónios de Influência Portuguesa (PIP) do Instituto de Investigação Interdisciplinar (III) e Centro de Estudos Sociais (CES) da UC.

O evento decorre na Casa Girassol, na Ilha de Moçambique, e consiste em seis oficinas, em regime intensivo, com grupos de trabalho constituídos por estudantes dos cursos de arquitetura das universidades de Lúrio e Coimbra, orientadas por professores também de ambas as universidades. Além de diversos pontos de situação intermédios abertos à participação pública, vão ter lugar diversas iniciativas culturais.

Os resultados vão ser apresentados numa exposição que vai passar por Maputo, Lisboa e Coimbra. Está também previsto o seu registo detalhado numa publicação a lançar ainda em 2017.

Pode obter mais informações, incluindo programa completo, aqui.

“Oficinas de Muhipiti: planeamento estratégico, património, desenvolvimento” é um organização conjunta da Faculdade de Arquitetura e Planeamento Físico da Universidade Lúrio, Centro de Estudos e Documentação da Ilha de Moçambique, projeto e doutoramento Patrimónios de Influência Portuguesa do Instituto de Investigação Interdisciplinar, Centro de Estudos Sociais da UC e pelo departamento de Arquitetura da Faculdade de Ciências e Tecnologia da UC.

Atuam como parceiros a Fundação Calouste Gulbenkian, Camões – Instituto da Cooperação e da Língua e a União das Cidades Capitais de Língua Portuguesa (UCCLA).

Texto de F. Fernandes

 

Redes Sociais

Deixar uma resposta

O seu endereço de email não será publicado. Campos obrigatórios marcados com *


*

« »

oo