É mais uma prova da excelente resposta da Universidade de Coimbra (UC) na cada vez mais exigente e competitiva área da investigação e inovação. A UC é a instituição portuguesa que mais financiamento recebeu, até agora, no âmbito do programa comunitário Horizonte 2020: 31,6 milhões de euros.

Segundo dados recentemente divulgados pela Comissão Europeia, a Universidade de Coimbra lidera a lista de instituições portuguesas com mais financiamento obtido entre 2014 e 2020 (à frente do Instituto de Medicina Molecular João Lobo Antunes e da Universidade do Minho), graças aos 31,6 milhões de euros conquistados por um total de 62 projetos. Este resultado torna-se ainda mais significativo tendo em consideração que nesta soma não entram os financiamentos obtidos por centros de investigação associados da UC como o Centro de Estudos Sociais e o Centro de Neurociências e Biologia Celular.

“A Universidade de Coimbra afirma-se enquanto instituição pública portuguesa de referência, principalmente pela qualidade e pertinência dos projetos apresentados”, sublinha o Reitor da UC, Amílcar Falcão.

Entre os projetos da UC que obtiveram financiamento europeu no âmbito do programa Horizonte 2020 destacam-se, entre outros, o de lançamento do Instituto Multidisciplinar do Envelhecimento (13,2 milhões de euros, em parceria com a Comissão de Coordenação e Desenvolvimento Regional do Centro); o ERA@UC, de investigação do envelhecimento cardiovascular (2,5 milhões de euros); e o ContentMAP, de estudo do mapeamento do cérebro (1,8 milhões de euros). “São exemplos claros da capacidade dos nossos investigadores, encontrando-se a par dos melhores a nível internacional. Depois de demonstrarmos que somos capazes de liderar no número de pedidos de patente a nível nacional, confirmamos agora a excelência da produção de conhecimento na UC”, acrescenta o Reitor.

Com um orçamento global de cerca de 77 mil milhões de euros, o Horizonte 2020 é o Programa-Quadro comunitário destinado ao apoio da investigação e da inovação e cobre o período 2014-2020. No total, até janeiro de 2020, as instituições portuguesas receberam 818 milhões de euros do Horizonte 2020, para 2836 projetos de investigação e inovação.

 

Rui Marques Simões

Redes Sociais

Os comentários estão fechados

« »