O Jardim Botânico da Universidade de Coimbra foi o local escolhido como ponto de partida da Caminhar a Par, a iniciativa da Associação Portuguesa de Pais e Amigos do Cidadão Deficiente Mental (APPACDM) – delegação centro inserida no programa das comemorações dos 50 anos da instituição. Com mais de 500 participantes, a caminhada “é mais uma iniciativa das comemorações dos 50 anos”

A delegação APPACDM de Coimbra celebrou o 50.º aniversário a 30 de junho. No âmbito da efeméride, têm sido dinamizadas iniciativas mensais. Caminhar a Par é o sétimo evento do ano e é, ao mesmo tempo, o “ponto alto”, adianta a presidente da APPACDM Coimbra, Helena Albuquerque. “Para esta caminhada, destacámos os sítios ou órgãos de tutela que têm sido importantes para nós ao longo destes 50 anos”. Ao partir do JBUC, Helena Albuquerque recorda que “a UC tem sido um apoio e parceiro fundamental e extraordinário para este percurso”.

“A UC tem de fazer coincidir o discurso com a prática”, afirmou o Vice-Reitor da Universidade, António Figueiredo. “A forma como a UC lida com a inclusão é para levar muito a sério, e por isso não podemos deixar de estar presentes”, acrescentou o responsável. António Figueiredo esteve presente no início da caminhada que classificou como “um encontro fantástico”. “A alegria com que todos encaram o dia é contagiante”, sublinhou.

Com passagem prevista por outros locais da cidade como a Câmara Municipal de Coimbra ou o Parque Verde, o percurso incluía ainda entidades que, como a UC são considerados pela APPACDM Coimbra como parceiros de relevo, como por exemplo a ARS Centro, a DGESTE, Segurança Social ou o IEFP.

 

Marta Costa e Karine Paniza

Redes Sociais

Os comentários estão fechados

« »